Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

RTP: a menina rica

A SIC voltou a não ir a concurso e a TVI, feitas as contas ao retorno financeiro, viu que não podia esticar-se. Os números só não assustaram a menina rica da televisão, a RTP, que terá acenado à UEFA com 18 milhões para garantir os direitos de transmissão dos jogos da Champions em 2015/16. E como as previsões de faturação de publicidade, na TV e nos meios em geral, são altamente encorajantes – encorajam, sim, a ser prudente – a estação oficial ficará amarrada três anos ao compromisso.

Faz-me lembrar a imprensa “desportiva”, que tem um diário que dá lucro – e que não por acaso é o “Record” – e dois concorrentes com prejuízos sistemáticos. Enquanto o primeiro gere os recursos com rigor, os outros não se ralam com minudências e esperam serenamente a chegada do tapa-buracos milagroso – milagre da banca que existia, veremos como será agora.

Assim vive a RTP: paga o que for preciso. Depois, se a economia reanimar, se o sol brilhar à noite, talvez se arranje o dinheiro. Caso contrário, vai-se à teta do Orçamento e já está, os saloios pagam.

Antena paranoica, Correio da Manhã, 22NOV14