Uma vergonha para Lisboa que Lisboa teima em manter

Todos os dias, ao longo de meses, até já de anos, autoridades das mais variadas instituições, incluindo responsáveis da Câmara Municipal de Lisboa – cidade de turismo e capital europeia – passam nesta rotunda da Av. Machado dos Santos, junto ao Estádio da Luz, e veem, olhando imediatamente para o lado, o triste espetáculo de uns sem abrigo que instalaram uma central de lixo debaixo do viaduto.

Ainda há poucos dias, o próprio Fernando Medina por lá passou, para inaugurar o monumento a Cosme Damião, fundador do Benfica – situado noutra rotunda, apenas a 100 metros deste outro monumento à insensibilidade, ao desleixo e ao abandono. Pobre Lisboa!

Partilhar

Os comentários estão fechados.