Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Uma crítica cega que não conhece a razão

De: Herminio
Almeida [mailto:almeida.herminio@gmail.com]
Enviada: quinta-feira, 6 de Dezembro de
2012 20:04
Para: Record 
Assunto: Jogo
Belenenses- Sp Covilhã

Exmos
Senhores

Tendo em conta os
comentários depreciativos que constantemente o V/ jornal tem para com a equipa
do C.F. Os Belenenses, evidenciados mais uma vez em relação ao jogo em assunto,
talvez fosse melhor olharem para a vossa “casa” e apreciarem a prestação do
clube que “representam”!

Cumprimentos

HRA

Nota da QdoC

Este texto é, infelizmente, típico dos “críticos” que não conseguem emitir uma simples opinião sem insultar os outros. Não vou perder muito tempo, salientando apenas que:

1. No Record, não “representamos” qualquer clube, representamos todos e todos respeitamos da mesma forma.

2. Os “comentários depreciativos” supostamente publicados na edição de quinta-feira limitaram-se à constatação da realidade: o Belenenses fez uma má primeira parte no jogo com o Sp. Covilhã, como o próprio treinador reconheceu. Se isso é depreciativo…

3. Se eu tivesse necessidade, e não tenho, de evitar “comentários depreciativos” em relação a algum clube, começaria precisamente por defender o Belenenses.

4. …É que sou sócio do clube do Restelo há 55 anos, fui atleta do clube e diretor do seu jornal (durante quatro anos), e não recebo lições de belenensismo do sr. Hermínio, nem de ninguém.