Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Um grande Sporting

Não sei se o estado de graça de que continua a desfrutar Marco Silva irá durar apenas mais umas semanas ou se irá prolongar-se muito para além disso. O que sei é que o treinador ganhou definitivamente – naquilo que o futebol tem de definitivo e que é pouco – uma equipa.

Chegou a ser arrebatadora a atitude de entrega total exibida pelos jogadores leoninos do princípio ao fim da partida com o Wolfsburgo, uma entrega feita de motivação, pundonor e fé – uma fé inabalável de que era possível dar a volta à eliminatória.

Se o resultado é injusto, e sabe-se que um jogo pertence sempre ao domínio do imponderável, não foi por falta de vontade de vencer dos leões. E tivesse a sua defesa atuado com a concentração de ontem no Volkswagen Arena e outro galo cantaria.

Com este desempenho, aumenta a expetativa para domingo: que Sporting entrará no Dragão? Uma turma desgastada por um esforço brutal, efectuado menos de 72 horas antes, ou uma equipa galvanizada, capaz de tornar a deixar a pele em campo? Mal se pode esperar.

Canto curto, Record, 27FEV15