Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Um erro primário, um pedido de desculpas ao Sporting

Record adoptou o salutar hábito de se acusar dos erros próprios e de se desculpar perante os leitores, mesmo quando os lapsos resultam de situações em que a falta de tempo, para executar e para pensar, está na origem da falta de rigor. Mas é difícil enquadrar na azáfama diária o erro da edição de ontem, com a retirada do emblema do Sporting da touca de um nadador, numa foto, sob a absurda alegação de que o mesmo se encontrava ao serviço da Seleção… E não querendo classificar o amadorismo da solução adotada, nada mais resta à direção de Record do que apresentar desculpas ao clube de Alvalade, ao atleta Alexis Santos e aos leitores.

Texto publicado na edição impressa de Record de 6 dezembro 2011

…E não resisto a publicar também o email de protesto que ontem nos remeteu o leitor Jorge Castelão. Um texto bem escrito, carregado de nível e… de razão. E que não recorre ao insulto e ao destempero tão do agrado dos anormais do costume. Só o “Sr.” é que seria desnecessário…

De: Jorge Castelão [mailto: @gmail.com]
Enviada: segunda-feira, 5 de Dezembro de 2011 18:03
Para: Record
Assunto: Sugestões e um pedido

Boa tarde.

Em primeiro lugar peço desculpa por me dirigir a si “chefia da redacção”, quando pretendia que este email fosse dirigido ao Sr. Alexandre Pais, Director do Jornal Record, no entanto como não consegui localizar no site o endereço de mail, ou uma simples caixa para comentários, agradeço a sua atenção e que se julgar oportuno encaminhe este email ao Sr. Alexandre Pais.

Sou um leitor atento do Record desde os anos 80, revendo-me num estilo jornalístico distinto da Bola, ou seja sabendo que existe mais vida para além do futebol.

Foi portanto com muita surpresa que fui hoje alertado por uma pessoa amiga, para uma operação de “photoshop” executada, decerto sem conhecimento das pessoas responsáveis, à foto do nadador Alexis Santos.

Como talvez desconheça do que se trata peço-lhe que verifique a foto que o Record colocou no site (em 04/12/2011) e a foto que se encontra no site da Federação Portuguesa de Natação, referente ao mesmo assunto.

Pois é, algo foi apagado…

A questão que eu levanto não está relacionada com o facto de se tratar de um atleta do Sporting ainda que em representação da Selecção Nacional, o que aliás é referido no corpo da notícia; ou que não tenham outra foto para colocar na peça.

A questão importante, pelo menos no meu entendimento, prende-se com a confiança que se tem de ter no que é publicado num Jornal de referência como o “Record”. Sabemos bem que com as novas tecnologias está muito mais facilitada a adulteração de fotos e filmes, no entanto quero continuar a acreditar no que vem escrito ou no que ainda tem mais peso, no que se vê, seja foto ou vídeo no Jornal Record.

Espero que este meu alerta sirva para evitar situações análogas no futuro.

Agradecendo desde já a atenção,

Jorge Castelão

PS: Aproveito para sugerir a colocação de uma caixa comentários no site.