Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Três chás no deserto

Depois dos piores dias da minha vida, qualquer notícia me parecia desinteressante, mesmo tendo pela frente, em Porto Santo, o melhor mar de Portugal. Mas obriguei-me a identificar figuras da área do desporto que me pudessem tocar e encontrei – foram três chás no meu deserto.

  1. O Europeu de Sub-21 terminou com mais uma boa participação da nossa seleção e a vitória moral a que estamos habituados. O melhor de tudo para mim esteve na afirmação, que espero definitiva, da capacidade do selecionador, como técnico e condutor de homens. Rui Jorge foi das pessoas com mais qualidade, e com mais caráter, que pude conhecer no mundo do futebol, e vê-lo triunfar de novo – após já o ter conseguido como jogador – é um bálsamo.
  1. Apreciei também a trasladação dos restos mortais de Eusébio para o Panteão, perante o silêncio de boa parte, a parte estúpida, da “intelligentsia” portuguesa, não tanto pelo evento mas pelo que ficou para trás. Sim, recordo o estatuto de pobreza atribuído ao “King” por anteriores dirigentes, que confirmava a forma miserável como findara a sua carreira futebolística com a águia ao peito. Não fosse a visão e o sentido de justiça de Luís Filipe Vieira e Eusébio não teria acabado como a figura nacional que indiscutivelmente foi.
  1. O regresso ao ativo de Octávio Machado: eis uma grande notícia para o Sporting e para o futebol. Eu sei que todos nos interrogamos como será possível o convívio de Jorge Jesus com Bruno Carvalho, dúvida que cresce com a chegada de outro “feitio complicado” a Alvalade. Mas confio que Octávio, hoje um homem que sabe tudo da vida, seja, antes, um amortecedor nas horas difíceis – que não faltarão –, aquele que faça com que o “pelo na venta” de dois se transforme em harmonia a três.

Canto direto, Record, 13JUL15