Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Antena paranóica: os economistas da barbatana

É curioso verificar como a bateria de especialistas em economia, que em particular no último ano se alinhou em todos os canais para criticar Sócrates, por permitir que fizesse sol ou por deixar que caísse chuva, se realinhou agora para enaltecer a bondade das medidas do novo governo… Read More

http://twitter.com/AlexandrePais (29)

Grande trabalho do jornalista Norberto Santos, hoje no Record, sobre o desaparecimento de Joaquim Fiúza. Fazemos a diferença, uma vez mais. Alberto João Jardim é o único lúcido da companhia. Quer que os 3 candidatos ao PSD desistam a favor de Marcelo, ou seja, quer vencer Sócrates. O Público de hoje… Read More

http://twitter.com/AlexandrePais (23)

O aviso de Anthímio de Azevedo sobre o mau tempo na Madeira, na 6ª-feira, é para ser levado a sério. Já trabalhei com o professor, ele é um sábio. Tenho pena de alguns jornalistas que vão à Comissão de Ética queixar-se de pressões. Tão frágeis que são, tão nervosos que… Read More

Hote twitei (10) http://twitter.com/AlexandrePais

Oegário Benquerença será o árbitro português no Mundial. Só não enganamos as agências de rating. Grande escândalo com os desmandos da rapaziada PS que o “Sol” revela. Mas em que país é que julgamos viver? No dos totós ou em plena selva? Tem havido “jornalistas” a fazer autênticas… Read More

Hoje quase não twitei

Hoje quase não twitei, nem escrevi uma linha para o jornal. Tempo de atualizar salários, muita contenção e promessas para cumprir… Ai, ai! Sócrates quer demitir-se e apanhar o PSD outra vez com as calças na mão… As ações afundam-se na Bolsa, até o FC Porto já desceu abaixo… Read More

Elevador da Glória (4)

SobemCavaco SilvaCom um simples discurso, e perante a falta de alternativas ao atual executivo, mandou a direita viabilizar o Orçamento de Estado. E ela obedeceu-lhe. A crise política fica assim adiada para o próximo OE, após a sua reeleição. José SócratesTeimou, teimou no investimento público como salvação da… Read More