Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Crónicas da Sábado: com M de Mulher

Helena Sacadura Cabral é uma das figuras mediáticas mais interessantes do País. Nas entrevistas que dá e nos livros que escreve revela-se uma pessoa de mente aberta e linguagem clara e motivadora, com um sentido positivo das situações e uma capacidade de análise dos comportamentos e das circunstâncias… Read More

Crónicas da Sabado: rendido à evidência – 3

1. Em relação a Piet-Hein, o meu sentimento é idêntico ao de muitos outros portugueses: pura inveja. Não quanto à carreira triunfante, à conta bancária por certo gorda ou às mulheres que amou, nada disso. A minha inveja é diferente, resulta simplesmente do facto de não ter feito,… Read More

Fernanda Serrano: quebra de privacidade

O mercado editorial português atravessa a crise do País: menos dinheiro para comida, menos capacidade para investir nas estantes. Sim, a expressão não é ingénua, ter edições na sala ou no escritório não é sinónimo de predisposição para a leitura ou de vontade para apostar no conhecimento. E… Read More

Sou um rapaz sempre grato aos seus benfeitores…

From: Luis Jordão [mailto:luisjordao@—.pt] Sent: segunda-feira, 8 de Abril de 2013 17:37To: Subject: Revista sábado Olá Compro há anos a revista Sábado. Todas as quintas -feiras faço o mesmo ritual. Descartes dizia: “penso logo existo”, eu compro é porque gosto. Deixemos a filosofia. Gosto particularmente das entrevistas. Interessantes sem… Read More

Crónicas da Sábado: Tozé Inseguro

Chega a ser uma ternura, ler e ouvir o que a maioria dos analistas, candidatos e afins pensa de António José Seguro, não hesitando alguns, até, em traçar-lhe o destino: nunca será primeiro-ministro. Estou de acordo. Já concordei, aliás, quando se dizia o mesmo de António Guterres –… Read More

Crónicas da Sábado: uma realidade que dói

Em criança, não tinha especial interesse por animais. Um dos meus tios domesticara um pintassilgo, que lhe saltava de um ombro para o outro e recolhia sozinho à gaiola, e isso mexia comigo. Afinal, alguém me havia explicado, creio que por causa dos leões e dos elefantes dos… Read More

Crónicas da Sábado: Capri c’est fini.. há 25 anos

O que teria sido a música portuguesa se não tivesse ficado, fará em agosto próximo 25 anos, sem o talento, o bom gosto, a alegria, a polivalência, a capacidade de trabalho e a modernidade que faziam parte do ADN de Carlos Paião? Teria sido diferente e seguramente melhor,… Read More

Crónicas da Sábado: a rua contra a vontade dos eleitores

O aumento dos combustíveis já não impressiona, os velhos parece até não morrerem tão sós como noutros tempos, os incêndios estão fora de época, a política anda aborrecida, a modorra domina a atualidade. Eis se não quando, do nada, surge um tema forte: a perseguição aos ministros, com… Read More

Crónicas da Sábado: a deceção António Costa

O meu único contacto com António Costa deu-se quando ele me enviou um extenso relatório sobre o investimento que a Câmara Municipal de Lisboa tinha feito em pilaretes, na sequência de uma crónica minha, aqui na SÁBADO, em que me insurgia contra o défice dos ditos no bairro… Read More

Crónicas da Sabado: rendido à evidência – 1

1. Rara é a crónica em que o tema da semana não me obriga a abrir o armário das recordações. Não é que me importe, afinal o tempo decorreu e, já que envelheci, pois que a memória me ajude a enfrentar problemas, encontrar respostas e compreender melhor a… Read More