CR7 e Real Madrid: um divórcio estúpido que continua a causar danos

Como aqui previ há uma semana – não era difícil – Cristiano Ronaldo entrou de férias mais cedo do que esperava. Mas despediu-se com dois golos, o último de antologia, e fechou a época com 48 em 52 jogos, uma autêntica proeza para um rapazinho de 35 anos. E fiel a uma postura irrepreensível com os seus treinadores, CR7 não destratou Sarri – como Džeko fez com Paulo Fonseca – o que poderia justificar-se tão medíocre foi o trabalho do napolitano. Veremos se Agnelli não terá cometido novo erro com... Leia o resto →

O que interessa é a satisfação plena do cliente

Na SIC e na TVI devem pensar que descobriram a pólvora com a decisão concertada de silenciarem os comentadores que são adeptos dos clubes. Trata-se apenas de uma abertura de vagas, pois o contributo para combater a propalada “toxicidade” no futebol é quase nulo. Por um lado, está nas instituições e nos seus principais responsáveis a origem do mal. E essa não é atacável por uma comunicação social veneradora e agradecida – alguma, não toda. Ainda vimos, na final da Taça, em Coimbra, que é de dentro do campo para... Leia o resto →

Sangue de barata é bom para a pesca

Revi agora uma entrevista de Jorge Jesus à CMTV, na Arábia Saudita, na qual explicava que a experiência no Al-Hilal o tinha tornado num homem diferente por ter aprendido, com a filosofia árabe, a encarar as derrotas de forma algo semelhante ao que acontecia com as vitórias. Veio-me logo à ideia o Sérgio Conceição e os seus ataques de cólera, e o bem que lhe faria passar um tempo nas arábias. Talvez um dia. Trata-se de uma treta. Primeiro porque Jesus podia comportar-se como um cavalheiro em Riade: ninguém por... Leia o resto →

Jorge Jesus: o homem que partiu para poder voltar

O regresso de Jorge Jesus ao Benfica estava escrito nas estrelas. Tratado como descartável em 2015, criticado por só apostar em jogadores feitos, por desvalorizar as pérolas da academia e até por não fazer parte do projeto de Luís Filipe Vieira, processado judicialmente e classificado como inimigo ao assinar pelo Sporting, e de novo esquecido em 2019 – quando na Luz se pensava ter descoberto, em Bruno Lage, uma mina de ouro – aí está o homem. Após 13 meses de glória e seis títulos no Flamengo, e mais uns... Leia o resto →

Garay no Benfica? Sim, mas o futebol é um negócio

Um caso gravíssimo – os 33 anos de Ezequiel Garay e os 37 de Pepe! – fez com que Manuel Serrão e Pedro Guerra se zangassem, no “Prolongamento” da TVI24, e dessem um bom incentivo aos delinquentes que apedrejam autocarros. Serrão abusou da incontinência verbal e Guerra comparou o incomparável: o central portista apresenta-se ainda, apesar da idade, numa condição física que lhe permite competir ao nível que a equipa e o treinador lhe exigem, enquanto o argentino recupera, desde fevereiro, de uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito,... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top