Os meninos do FC Porto só têm 15 anos

O jornalista Luís Avelãs comentava no Twitter o caso do aniversário da mulher de Uribe e concluía: “Se tivessem 15 anos ainda compreendia…” Na verdade, a estranheza do editor de fecho do “Record” é comum a outras cabecinhas pensadoras, pois não se apresenta fácil aceitar que sejam as próprias companheiras dos futebolistas do FC Porto – que, como os maridos, beneficiam de um estilo de vida que não está ao alcance de qualquer mortal – a “desviá-los” para a festa fora de horas e, como se não bastasse, a divulgar... Leia o resto →

Sérgio Conceição só disse o que queria

Alguém disse, há dias, na CMTV, que Sérgio Conceição “é uma joia de pessoa” e não tenho motivos para não acreditar, até por simpatizar com a maneira de ser frontal do treinador e com a paixão que põe no exercício da profissão. A convicção com que desempenha esse papel, meio técnico e meio adepto, deixa de parte a hipótese de ter criado uma personagem cuja pele despe mal a função termina e as luzes se apagam. Não, o seu comportamento é genuíno. O que me custa a entender é que... Leia o resto →

A guerra que o dr. Varandas não pode ganhar

Cada vitória de Jorge Silas, e em quatro dias houve duas, o que é notável nas presentes circunstâncias, faz com que o foco da contestação se afaste do presidente do Sporting, que no confronto com as claques se meteu num conflito só com perdedores. Mas o problema é que o inferno se instalou em Alvalade e o diabo voltará sempre. Tendo convivido tanto tempo com a equipa, o dr. Varandas sabe bem que, como as “mulheres honestas”, os agentes desportivos não têm ou não devem ter ouvidos, sob pena não... Leia o resto →

Só o caminho das pedras pode salvar o Sporting

Nem que seja preciso percorrer “o caminho das pedras” – é o conselho sábio do antigo presidente do Sporting, José Roquete. O apelo à paciência, ou à falta dela, dos adeptos leoninos, por parte de um dos nomes históricos do clube – que sublinha ainda ser a turbulência “a pior coisa” que pode acontecer em Alvalade – cairá, desgraçadamente, em saco roto. Porque a recuperação da instituição só conseguiria fazer-se com uma liderança forte e esta não existirá sem os resultados positivos da principal equipa de futebol. Resultados esses difíceis... Leia o resto →

Grande Kipchoge, o de Vildemoinhos!

O queniano Eliud Kipchoge, recordista do Mundo da maratona, com 2:01:39, e considerado o maior atleta de sempre a correr os 42 quilómetros e 195 metros, reuniu vontades – a dele e a dos “sponsors”, em particular – e provou, em Viena, ser possível completar a distância em menos de duas horas. Num espetáculo mediático e em condições tão favoráveis que impedem a homologação da nova marca, Kipchoge conseguiu retirar dois minutos ao seu próprio máximo, obtido há um ano, em Berlim. Que melhor momento se podia encontrar para recordar... Leia o resto →

Que Bruno Lage se mantenha fiel às suas ideias!

O futebol é um espelho da vida. Então para quem leva já uns bons anos de estrada é mesmo um livro que começamos a ler e percebemos o fim, ao cabo de poucas páginas. Por vezes, arte dos grandes autores, somos surpreendidos, e tudo termina ao contrário do que prevíamos. É o que desejo, sinceramente, que aconteça com Bruno Lage, elevado aos píncaros apenas por ter interpretado uma história de amor, trabalho e competência. Só que no futebol os cemitérios estão cheios de gente sabedora e capaz, que pelos caprichos... Leia o resto →

Sorte, Silas, que bem vais precisar!

A entrevista de Frederico Varandas à SIC confirmou o que já se sabia: o discurso do presidente do Sporting é um desastre comunicacional. Esse “gap” é agravado pelo facto de o dr. Varandas não demonstrar a menor capacidade para perceber a figura que faz e, logo, para arrepiar caminho. Se hoje mesmo voltasse a sentar-se à frente de Teresa Dimas, repetiria de novo inúmeras vezes – que suplício para o telespetador! – o nome da entrevistadora no início de cada resposta… Por muito bom gestor que o líder leonino venha... Leia o resto →

A feia atitude de Bruno Fernandes

As opiniões dividem-se na análise ao comportamento de Bruno Fernandes após a sua expulsão na partida do Bessa. Começo por estar de acordo com os que defendem o futebolista, justificando os pontapés nas portas do balneário e os insultos com o calor do momento. De facto, só quem nunca praticou desporto de competição pode ter dificuldade em entender os sentimentos de frustração que um atleta tem, tantas vezes, de enfrentar. Há depois o problema dos estragos provocados nos equipamentos que pertencem ao Boavista. Nada mais simples: como o próprio Bruno... Leia o resto →

Só por Ansu Fati vale o massacre dos meninos

Da Sport TV à Eleven Sports e à BTV, a mania tornou-se epidemia: jogador de menos de 20 anos é logo rotulado de “menino” por alguns narradores de serviço, deslumbrados pela sua originalidade, que repetem a graça dezenas de vezes. No último fim de semana foi um massacre. Não tenhamos ilusões: por intragável que seja, a moda veio para ficar. Desde a noite em que no firmamento de estrelas se distinguiu o brilho intenso de Ansu Fati, o guineense que chegou a titular do Barcelona aos 16 anos e 298... Leia o resto →

Jesé irá trazer a “dolce vita” para Alvalade?

Ontem, depois de ver a jogada de Carlos Mané e o centro perfeito que resultou no golo do Rio Ave, não estaria só quando pensei: o Sporting deve ter lá melhor para se ter dado ao luxo de dispensar este rapaz. Aliás, os leões acabaram por ficar com um plantel desequilibrado e a aterragem de pára-quedas em Alvalade, no último dia de contratações, de três jogadores emprestados, em simultâneo com o despedimento do treinador – que veio de planeta distante, sim, mas que viveu permanentemente debaixo de um vulcão –... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top