Vinte anos depois o Cavaco sempre

Com o novo Governo de Passos Coelho virtualmente derrubado, a grande dúvida reside em saber o que fará a seguir o Presidente: manterá Passos Coelho em gestão até ao próximo Verão ou indigitará António Costa para a viragem à esquerda que tanto teme? Em qualquer dos casos, Cavaco Silva deixará de novo o País com um cenário horrível para a sua área política, muito na linha do que fez em 1995. Então, com a força de bloqueio Mário Soares em Belém, passou a batata quente da prestação de contas nas urnas... Leia o resto →

O polícia bom e o polícia mau

As últimas entrevistas de Passos Coelho, à SIC e à TVI, mostraram-nos um primeiro-ministro mais forte do que se esperaria, tanto no conhecimento das mais diversas áreas da governação, como no domínio da palavra, em que se tornou num verdadeiro especialista. A tudo responde de forma quase espontânea, como se já conhecesse as questões, o que significa, no mínimo, que se prepara, que faz o trabalho de casa. Até aquilo em que o líder do Executivo falha, a exibição de uma frieza e de um afastamento da realidade que chegam... Leia o resto →

Crónicas da Sábado: um dia, contem-me como foi

Como recordarão os vindouros Pedro Passos Coelho? Como o primeiro-ministro que nos salvou da bancarrota e evitou o colapso total da economia ou como o político ambicioso, que prestou vassalagem aos senhores do dinheiro e fez cair de novo os portugueses na pobreza e no atraso? Com o País mergulhado num proceloso mar de ódios e paixões, dividido entre os que insultam o líder do Governo, acusando-o de só saber aumentar impostos e pôr o Estado a roubar salários e pensões, e os que o aplaudem, considerando-o um homem corajoso... Leia o resto →

Crónicas da Sábado: desapareceu uma diva

Deixamos de ouvir falar das pessoas e há um dia em que sabemos que nos deixaram: é a vida na sua crueza. Margarida Marante fez parte de um pequeno grupo de jornalistas que se formou na arte de perguntar, precursor dos pobres pés de microfone dos nossos dias. A entrevista, a sério, é uma especialidade em desuso, diria até uma coisa de velhos. Atravessamos hoje a era dos debates, dos monólogos, das cavaqueiras não raras vezes resultantes de compromissos firmados pelas partes. A Marante era quase tão feroz a inquirir... Leia o resto →

Elevador da Glória (14)

A SUBIR João SoaresNão alcançou o nível oratório que distinguia o pai, nem teve a originalidade do texto de Aguiar Branco, mas construiu o discurso mais realista e mais sólido da sessão comemorativa do 25 de Abril, na Assembleia da República. Miguel PinheiroEm 6 anos, a “Sábado” conseguiu implantar-se no mercado graças ao trabalho da pequena e qualificada equipa de jornalistas que lidera. A noção exata da informação que os leitores querem encontrar é a chave do seu êxito. Pedro Passos CoelhoManteve-se na ribalta da atualidade política ao tirar da... Leia o resto →

Elevador da Glória (13)

A SUBIR Pedro Passos CoelhoMesmo que muitos sorrisos sejam amarelos e algumas palmadas nas costas escondam a traição inevitável, o novo líder do PSD começou bem, agregando forças em vez de as dispersar. Falta saber como será quanto a ideias. Francisco LouçãViu o Governo acolher uma das maiores reivindicações do Bloco de Esquerda: a taxa sobre as mais-valias bolsistas, que o PS prometera mas tardava em aplicar. Quando a fome aperta, resta sempre a despensa “durricos”. Manoel de OliveiraPrepara-se para arrancar mais um premiozinho, desta vez no Festival de Cannes,... Leia o resto →

http://twitter.com/AlexandrePais (52)

A Naval marca (ao Benfica!) o 15.º golo em 25 jogos na Liga. Oitenta pequenas empresas fecham por dia em Portugal. Mas o importante parece ser a aprovação pelo outro dos mamarrachos, há 20 e tal anos. O Sporting, enfim, pronuncia-se: Villas-Boas não será, hoje, dia 5 de abril, o próximo treinador do Sporting. Veremos em julho.… Que eu até achava bem que o Sporting não contratasse um treinador sem currículo e com 5 derrotas e 3 empates nos últimos 11 jogos da Liga…  …e que não ganhou um único... Leia o resto →

Elevador da Glória (12)

A SUBIR Pedro Passos CoelhoConfirmou que a determinação e a capacidade de resistência às adversidades são duas das principais qualidades para se chegar a algum lado. É o novo líder do PSD e vai repartir com Sócrates glórias e desgraças. Hermínio LoureiroAcabou por se demitir da Liga dois meses mais cedo, empurrado por uma situação caricata em que não participou. Mas como apoiante de Passos Coelho tem já os olhos num cargo ministerial. Se a vida lhes correr bem, claro. Manuela Ferreira LeiteDeixou passar o PEC contra a opinião dos... Leia o resto →

Hoje é Sábado – Enfermaria laranja

Ora aí temos as eleições no PSD para ficarmos enfim a saber quem vai ser o próximo bombo da festa. Os que acharem que a comunicação social tem sido particularmente agressiva com José Sócrates e já se esqueceram de como se deu o fuzilamento de Pedro Santana Lopes que se preparem. Ora, ora, pensarão, nós que já sugerimos que o primeiro-ministro era homossexual, que não pode considerar-se engenheiro, que comprou o curso, que houve vigarice na compra do seu apartamento, que foi ele quem executou aqueles horrorosos projectos de casas,... Leia o resto →

Elevador da Glória (11)

A SUBIR Pedro Santana LopesAtravessa o deserto com inteligência, procurando consensos e tentando fazer esquecer os tempos nefastos do voluntarismo. Ganhou com o Congresso do PSD: ao propô-lo e ao não cair na tentação de escolher e dividir. Teixeira dos SantosDesmultiplicou-se em intervenções, tentando a quadratura do círculo: é preciso cortar mas continuar a investir e retirar apoios sociais sem lançar o país no caos. Fazer omeletas sem ovos e aturar esta gente é o seu pesado fardo. Pedro Passos CoelhoParte para o ato eleitoral social-democrata com uma vantagem clara nas... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top