O imposto da inveja

As cabeças vinham dos tempos de vertigem, dos hábitos de lassidão, das mordomias e dos esquemas. Cada eminência parda consultada pelo acionista pedia fortunas à Cofina para lançar um canal de televisão. E tudo foi ficando em stand by até ao dia em que a companhia percebeu que tinha dentro de casa um visionário com um projeto editorialmente credível – assente numa filosofia clara e inovadora, a informação primeiro – e financeiramente adequado à profunda crise que atravessavam os média e o país. Avançou, então, a Cofina. E cinco anos... Leia o resto →

LF Vieira na CMTV: nota 4 para um peixe de águas profundas

Um peixe de águas profundas não vive fora seu habitat. Precavido, foi um especialista em sobrevivência no agreste mar do futebol – em que Luís Filipe Vieira se transformou nos últimos 16 anos – que ontem enfrentou os entrevistadores da CMTV, também eles habitantes seguros dos mares mais frios. Tomemos como exemplo a pergunta de Octávio Ribeiro sobre a reunião “a sós” com o Conselho de Arbitragem, que deixou Vieira “descansado”: não devia ser antes com todos os clubes? A resposta resumiu-se à estafada defesa da “transparência”, sem desenvolver uma... Leia o resto →

Uma década a dirigir o “Correio da Manhã”: só para maratonistas

Longe vão os anos em que os diretores de jornais permaneciam nos cargos por décadas. Eram os saudosos tempos em que recebíamos os salários em dinheiro, no local de trabalho, da mão de um emissário de uma entidade abstrata que os jornalistas ignoravam duplamente: porque a desconheciam de facto e porque não se preocupavam com minudências. Eram tempos tão remotos que para se colocar um anúncio num desportivo havia que meter uma cunha ao chefe da redação. Tempos tão longínquos que até nas revistas os telefones tocavam nas secções comerciais... Leia o resto →

É feio mas hoje tem de ser

Não gosto do que vou fazer a seguir. Não é por mim, franco-atirador que dispara para onde lhe apetece e não tem satisfações a dar. É pelo que aparenta – e que me leva à nota prévia: é feio elogiar o diretor do jornal que nos acolhe. Dito isso, a verdade é que passaram três anos sobre a primeira emissão da CMTV, só por si um motivo de festa. E acontece ainda que o recente alargamento da distribuição da estação à NOS – o que a faz chegar agora a... Leia o resto →

 
Back to top