Hoje é Sábado: Imeldas e pelintras

Falar de sapatos sem recordar a antiga colecção de três mil pares da octogenária e justamente esquecida Imelda Marcos é não honrar a típica utilização de lugares-comuns de certo jornalismo que se faz por cá. Fica então cumprida a praxe, sublinhando que há muito mais Imeldas na Terra, algumas até ladies da modesta nata nacional, que têm um importante ponto em comum com a viúva do ditador filipino: não pagaram, ou não pagam, os sapatinhos. É aliás um fenómeno próprio do denominado mundo da moda, essa coisa de emprestar roupa... Leia o resto →