Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Dois casos de bruxaria

Não vale a pena chorar sobre o leite derramado: o Benfica perdeu no Dragão porque jogou pouco e teve falta de sorte, e fica sem a Liga Europa, apesar de ter jogado muito e bem, por nada mais do que azar. Dois golos letais sofridos aos 90 minutos… Read More

Com este Benfica não há campanhas que resistam

Está no título para que não passe em claro: não há campanhas a sério que resistam – quanto mais campanhas fictícias, inventadas para mostrar serviço e enganar parolos – quando as bolinhas entram lá para dentro. E com todos os bruxos e duendes chamados pelos adversários do emblema… Read More

Três casos, seis protagonistas

1. Vercauteren e Jesualdo Ferreira Passam de vez em quando pelo futebol português uns fulanos tão cinzentos que ou não deixam por cá qualquer recordação ou nos fazem até felizes mal os vemos pelas costas. Não é o que sentimos com a partida de Franky Vercauteren, que é… Read More

Uma certeza para começar 2013: nunca seremos vencidos

Não terá havido nas últimas décadas ano aguardado com tão baixas expectativas como este. Pior do que isso, entrámos em 2013 com a certeza de que ele nos trará não só as dificuldades anunciadas como outras com as quais não sonhamos sequer. Muitas e desagradáveis surpresas nos esperam,… Read More

Jesualdo que avance de vez

Não se trata já de acreditar ou não na capacidade de Godinho Lopes para dar a volta à situação a que chegou o Sporting. Trata-se, pura e simplesmente, de salvar uma das maiores e mais prestigiadas instituições do País. Mas partindo do princípio que o presidente não renunciará… Read More