Sangue de barata é bom para a pesca

Revi agora uma entrevista de Jorge Jesus à CMTV, na Arábia Saudita, na qual explicava que a experiência no Al-Hilal o tinha tornado num homem diferente por ter aprendido, com a filosofia árabe, a encarar as derrotas de forma algo semelhante ao que acontecia com as vitórias. Veio-me logo à ideia o Sérgio Conceição e os seus ataques de cólera, e o bem que lhe faria passar um tempo nas arábias. Talvez um dia. Trata-se de uma treta. Primeiro porque Jesus podia comportar-se como um cavalheiro em Riade: ninguém por... Leia o resto →

A incompreensível atitude de Rui Pedro Soares

Em 15 dias: vitória em Guimarães, perante uma das melhores turmas do campeonato, empate no Restelo, frente ao Sporting, com o triunfo a fugir nos últimos segundos, e nova vitória fora de casa, desta vez no Funchal, sobre um Marítimo que tem um orçamento muito maior e um conjunto de futebolistas que o professor Neca não hesitaria em classificar como “um grande plantel”. Esta tripla e inesperada proeza foi conseguida pelo Belenenses, cuja equipa, não dispondo de estrelas rutilantes, funciona como um verdadeiro bloco, graças a um rigor tático, um... Leia o resto →

 
Back to top