Mensagem de um grande diretor de Record, 30 anos depois

Foi a 7 de junho de 1981 que o então diretor de Record, José Monteiro Poças, o grande resistente, o homem que tanto sofreu para manter vivo este jornal nos anos difíceis, redigiu uma mensagem de agradecimento a todos os jornalistas e gráficos que se esforçaram, após uma final da Taça de Portugal ganha pelo Benfica, para colocar na rua mais uma boa edição do nosso jornal. Admirador da determinação, da coragem e da capacidade de gestão de Monteiro Poças, aqui publico, com emoção, o comunicado que assinou e mandou afixar... Leia o resto →

Um mistério de… 1927 (parte 2)

O jornalista Fernando Dias, memória da redação de “Record”, acrescenta um dado curioso ao texto que publiquei aqui há dias, intitulado “Um mistério de… 1927” e relacionado com a escolha do nome do jornal. Essa não terá sido uma escolha consensual, já que os fundadores se encontravam divididos. O maratonista Manuel Dias, vendedor de jornais, gostava mais de “A Meta”, enquanto Fernando Ferreira, professor de educação física, preferia “Record”. Manuel Dias teve então uma grande ideia. Como naquele tempo, final dos anos 40, se apregoavam muito os jornais – Lisboa... Leia o resto →

 
Back to top