Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Ao serviço das massas acéfalas

Nos meus textos das duas derradeiras décadas, defendi recorrentemente a seriedade dos árbitros, não alinhei nos celerados “roubos de igreja”, nem aceitei teorias da conspiração que justificassem a obsessão pelo “sistema”. Critiquei e critico, sim, deficiências na formação, critérios de escolha, falta de clareza em nomeações e a… Read More

Ao leão em baixo tudo lhe acontece

Chegou, enfim, o primeiro jogo do Sporting da época pós-Bruno Fernandes e a oportunidade para começarmos a descobrir se o novo jogador do MU era, de facto, “meia equipa” do Sporting ou, ao contrário, uma espécie de eucalipto que exauria todo o terreno ao redor, não permitindo o… Read More

Silas faz omeletas sem ovos

A noite parecia ser dos desqualificados. Começou no Dragão, com Rúben Amorim, treinador sem os níveis criados pela corporação, a ganhar pela calada depois de se ter desfeito em elogios ao FC Porto, cujo “exemplo” garantiu seguir. Acreditaram nele os portistas – afinal, os de Braga não os… Read More

Só o caminho das pedras pode salvar o Sporting

Nem que seja preciso percorrer “o caminho das pedras” – é o conselho sábio do antigo presidente do Sporting, José Roquete. O apelo à paciência, ou à falta dela, dos adeptos leoninos, por parte de um dos nomes históricos do clube – que sublinha ainda ser a turbulência… Read More

Sorte, Silas, que bem vais precisar!

A entrevista de Frederico Varandas à SIC confirmou o que já se sabia: o discurso do presidente do Sporting é um desastre comunicacional. Esse “gap” é agravado pelo facto de o dr. Varandas não demonstrar a menor capacidade para perceber a figura que faz e, logo, para arrepiar… Read More