Sangue de barata é bom para a pesca

Revi agora uma entrevista de Jorge Jesus à CMTV, na Arábia Saudita, na qual explicava que a experiência no Al-Hilal o tinha tornado num homem diferente por ter aprendido, com a filosofia árabe, a encarar as derrotas de forma algo semelhante ao que acontecia com as vitórias. Veio-me logo à ideia o Sérgio Conceição e os seus ataques de cólera, e o bem que lhe faria passar um tempo nas arábias. Talvez um dia. Trata-se de uma treta. Primeiro porque Jesus podia comportar-se como um cavalheiro em Riade: ninguém por... Leia o resto →

Jorge Jesus: o homem que partiu para poder voltar

O regresso de Jorge Jesus ao Benfica estava escrito nas estrelas. Tratado como descartável em 2015, criticado por só apostar em jogadores feitos, por desvalorizar as pérolas da academia e até por não fazer parte do projeto de Luís Filipe Vieira, processado judicialmente e classificado como inimigo ao assinar pelo Sporting, e de novo esquecido em 2019 – quando na Luz se pensava ter descoberto, em Bruno Lage, uma mina de ouro – aí está o homem. Após 13 meses de glória e seis títulos no Flamengo, e mais uns... Leia o resto →

Jorge Jesus, o homem do coração de aço

A ingratidão é o maior sinal de falta de caráter e a solidariedade a caraterística que mais dignifica o ser humano. Por isso, o grande momento da final da Libertadores viveu-se antes do apito inicial, quando Enzo Pérez, hoje no River Plate, fez questão de atravessar o campo para abraçar Jorge Jesus, e este o beijou. Porque esse gesto teve um profundo significado. É que o médio argentino foi não só treinado pelo português, no Benfica, como participou nos dois jogos que – em cinco dias do negro maio de... Leia o resto →

Mais uns milhões na conta de Jorge Jesus? Isso é limpinho

Com Bruno Lage em estado de graça, Sérgio Conceição a viver dos rendimentos, Marcel Keizer validado pelos resultados e Abel Ferreira confirmado por Salvador, restava a Jorge Jesus o estrangeiro. E decidiu-se pelo Flamengo. Terá feito bem? Fez. Bem e mal. Fez mal porque vai treinar um clube cronicamente complicado, carregado de problemas e que é uma autêntica máquina de paixões: qualquer derrota é uma tragédia. Os adeptos cobram horrores ao responsável técnico e tudo indica que, numa dúzia de semanas, Jesus seja triturado e repatriado. Basta verificar o historial... Leia o resto →

O Sp. Braga pode não ser o ideal para Jorge Jesus

Jorge Jesus não pode estar de férias sem que se tente adivinhar o seu futuro profissional. A Inglaterra parece levar vantagem e com alguma lógica. Afinal, com um show próprio, JJ constituiria, lá como cá, um espectáculo dentro do espectáculo. Mas Portugal será sempre o país mais próximo do Solar dos Presuntos e da vida de que Jesus verdadeiramente gosta, pelo que temos de valorizar a possibilidade de ele não querer emigrar. Nos grandes, a coisa segue complicada. Bruno Lage terá justificado já o direito a programar a próxima época,... Leia o resto →

Para criticar Jorge Jesus há que voltar à gramática

Se alguém tinha dúvidas quanto à forte personalidade de Jorge Jesus e à sua capacidade para liderar homens – capacidade que se revela, sem enganos, nos momentos mais difíceis da vida – bem pode voltar-se para os estafados pontapés na gramática porque de outro modo não vai lá. Nas novas imagens do assalto à academia do Sporting comecei por não encontrar nada de inesperado ou que verdadeiramente me impressionasse, desde a cumplicidade interna no desvio das câmaras de vídeo à selvajaria das tochas para cima dos automóveis. Mas acabei tocado... Leia o resto →

Contra apupos e assobios, gastar, gastar

Com a derrota em casa frente ao Tondela, o Benfica tornou a crise em que entrara, ao perder com o FC Porto, num tombo de consequências imprevisíveis. Ou talvez não, já que muito dificilmente Luís Filipe Vieira poderá conter o desânimo geral e manter Rui Vitória, cuja eventual saída levará o plantel a uma remodelação tão profunda que o sonho do presidente de caminhar no sentido do saneamento financeiro será necessariamente posto em causa. Vai ser preciso comprar e comprar bem, gastar milhões e muitos. Antes, há outro grave problema... Leia o resto →

Rui Vitória tem aquilo de que o Benfica precisa

Nota prévia – Escrevi esta crónica antes da eliminação do Benfica da Taça de Portugal, mas mantenho a opinião: Rui Vitória tem tudo o que o Benfica precisa. Para mais agora, que a crise da equipa é indiscutível. Regressaram as dúvidas dos primeiros difíceis tempos de Rui Vitória no Benfica, com muita gente a aproveitar a antena para vincar os zero pontos dos encarnados na Champions. Com isso, o que se pretende é voltar a questionar a capacidade do técnico que um dia Luís Filipe Vieira garantiu ter chegado à... Leia o resto →

Jorge Jesus e Luisão: duas entrevistas marcantes

Os que têm juízo aforram o mais possível, sabendo que a inatividade é certa: nos jogadores, uma carreira normal acaba entre os 33 e os 35 anos, nos treinadores médios trabalha-se hoje mas amanhã não se sabe. É, assim, natural que os profissionais do futebol sejam uma espécie de gente estranha, geralmente desconfiada e fechada no seu casulo de incerteza permanente. Ainda que a internet e as redes sociais, que mudaram a vida de todos os dias – e as mulheres, as “esposas” de ontem, justiça se lhes faça! –,... Leia o resto →

A 4 de março vão ser 10 a 0

Passei ontem junto ao Estádio José Alvalade e tive a agradável surpresa de ver derrubado o tapume que existia há anos nuns terrenos contíguos e de poder observar, enfim, a “obra de regime” de Bruno de Carvalho: o Pavilhão João Rocha, uma velha aspiração das modalidades sportinguistas. Lembrei-me logo, claro, da polémica em torno de Fernando Medina, que teve de escolher entre deixar partes da capital a apodrecer e ser apontado pelo desleixo, ou encher meia Lisboa de estaleiros e ser desancado por isso. Mas é sempre melhor errar, fazendo,... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top