Já vai longa a viagem

A entrega do Record de Ouro a Jesualdo Ferreira, na cerimónia breve que ontem teve lugar na nossa redação, permanecerá na minha memória como um dos grandes momentos que vivi em mais de dez anos como diretor de Record. A par de outros, igualmente inesquecíveis e que marcarão para sempre a história deste jornal incómodo e ao mesmo tempo de afetos, livre e também sereno, voltado para o futuro mas respeitador do passado. Talvez esta simples e mais do que merecida homenagem a um nome grande do futebol português, tricampeão... Leia o resto →

Crónica a retalho: Jesualdo, Van der Gaag, Vítor Pereira…

  1. Uma primeira palavra para Jesualdo Ferreira e para o conforto que sinto de o ver, aos 66 anos, aceitar com êxito, no Sporting, um dos mais difíceis desafios da sua carreira. Veja-se a forma como o Bayern tratou Heynckes, anunciando Guardiola já em janeiro e considerando assim imprestável o ex-treinador do Benfica, de… 67 anos. E contrariamente à maioria dos sportinguistas, assustada com a debandada de jogadores do plantel, acho que o trabalho de Jesualdo só pode beneficiar com isso: menos estrelas cadentes e menos preguiça, mais jovens... Leia o resto →

A contracrónica do clássico: e se estivesse Paixão no lugar de Ferreira?

Este era um daqueles confrontos em que eu tinha quase a certeza do empate. Convinha às duas equipas e refletiria o equilíbrio que existe hoje entre o futebol praticado por Benfica e FC Porto. E previa-se igualmente uma partida fria, calculista, com os adversários a temerem-se e a não se arriscarem em cavalarias altas. Mas eis-nos perante a beleza deste jogo que tantas vezes nos surpreende: quatro golos a abrir, em apenas 9 minutos, com 2-2 aos… 17.  Um início fatal para cardíacos que não joguem à defesa e que... Leia o resto →

Três casos, seis protagonistas

1. Vercauteren e Jesualdo Ferreira Passam de vez em quando pelo futebol português uns fulanos tão cinzentos que ou não deixam por cá qualquer recordação ou nos fazem até felizes mal os vemos pelas costas. Não é o que sentimos com a partida de Franky Vercauteren, que é uma figura do futebol. No final do pouco tempo que lhe deram para o seu dificílimo trabalho – quase missão impossível para um treinador estrangeiro, na atual situação do Sporting – lega-nos uma imagem indelével: a de uma personalidade de enorme craveira.... Leia o resto →

Jesualdo que avance de vez

Não se trata já de acreditar ou não na capacidade de Godinho Lopes para dar a volta à situação a que chegou o Sporting. Trata-se, pura e simplesmente, de salvar uma das maiores e mais prestigiadas instituições do País. Mas partindo do princípio que o presidente não renunciará ao cargo e que mesmo indo o clube para eleições seria bem possível que a crise persistisse e que quase tudo ficasse na mesma, é preciso não perder mais tempo e começar a disparar com os dois canhões que restam no dizimado... Leia o resto →

Os últimos tweets

AlexandrePais O Record ganhou pelo 5.º ano consecutivo o troféu Meios & Publicidade para o melhor jornal de desporto. Votou quem sabe. Obrigado! João Querido Manha fala de edições online aos quadros da Cofina Media. Muito bom. Vamos ver é como sai a foto… http://yfrog.com/jot36j   O guia do Mundial do Record é um grande trabalho do jornalista José Ribeiro. Está nas bancas e vale a pena! …E atingi os primeiros mil tweets! Faço minhas as palavras do orador antecedente. RT @BMRibeiro Muito bom o texto de Daniel Oliveira amanhã no Record.... Leia o resto →

Jesualdo irritado com os jornalistas: faz algum sentido?

O treinador do FC Porto não aguentou mais: terminada a época com a conquista da Taça, assestou as baterias sobre os jornalistas, uns malandros que são os recorrentes culpados das desgraças alheias. Não tenho qualquer espírito corporativo, as pessoas distinguem-se pelo que são e não pelas profissões, pelos cursos que tiraram, pelas opções políticas ou religiosas, ou pela beleza dos olhos, mas acho ridícula essa mania da perseguição, particularmente quando é assumida por um homem culto e esclarecido como Jesualdo Ferreira. Talvez Pinto da Costa não perdoe a desilusão, mas creio que, não se podendo ganhar... Leia o resto →

Fim de ciclo no Dragão

Confirmou-se ontem, no Emirates, o que já tinha escrito aqui há algum tempo – e que, aliás, se adivinhava: o fim do ciclo de Jesualdo Ferreira no FC Porto. Depois desta humilhação, em Londres, nem as eventuais conquistas da Taça da Liga e da Taça de Portugal poderão segurar o professor no Dragão, restando a Pinto da Costa acertar as contas e partir para outro… que já não poderá ser, como Record anunciou, André Villas-Boas. O que mais me surpreende no insucesso do FC Porto na época em curso é... Leia o resto →

Quem irá suceder a Jesualdo?

Jesualdo Ferreira pode estar no fim da sua brilhante passagem pelo FC Porto. A hipótese de um terceiro lugar na Liga deve pôr em pé os poucos cabelos que restam a Pinto da Costa, mas a boa probabilidade de apuramento dos dragões para os quartos-de-final da Champions ainda tornam longínquo esse cenário de horror.Quem conhecer a “máquina” que é hoje – que é há muito tempo – o departamento de futebol profissional do FC Porto, saberá, no entanto, que neste momento já estão equacionadas as diversas alternativas, que vão desde a continuidade... Leia o resto →

Jesus apareceu a Carvalhal

Esta reviravolta do futebol sportinguista é tão inesperada, passa tanto do 8 para o 80, que já não restam dúvidas: Jesus apareceu a Carvalhal.   Mas antes de falarmos dos leões há que olhar um pouco para o FC Porto, definitivamente afastado, esta época, do estilo e da eficácia em campo que conhecemos nos últimos anos. O que vimos em Alvalade foi uma equipa abalada por um golo a abrir, por um segundo a fechar a primeira parte e por um terceiro golo mal o árbitro apitou para o reinício. E abalada ainda... Leia o resto →

 
Back to top