Dossier has been: uma capa com azul

“Revista semanal de todos os espectáculos”, não pertence à coleção de primeiras edições que venho apresentando aqui no blog, mas guardei esta “Noite e Dia” por ter na capa do n.º 10, de 1 de dezembro de 1975, parte de uma equipa do Belenenses – Freitas, Sambinha, Melo, Vasques, Artur Jorge e Pietra – cujo poster vinha no interior. Quando o encontrar, publico-o também… Ficha técnicaDiretor: Jacques C. RodriguesChefe de redação: Jorge LopesPropriedade: J.C.R. – Editorial GloboImpressão: Lisgráfica, Queluz de BaixoDistribuidores exclusivos: ElectroliberNúmero de páginas: 44 (4 a cores)Preço de capa: 12$50

Dossier has been – a fantástica redação do DL

Em 1966, há 44 anos, o “Diário de Lisboa” dava “à estampa” um suplemento comemorativo do seu 45.º aniversário. E nele se publicava, entre outros conteúdos de que falarei mais à frente, uma fotografia do seu quadro redatorial, 29 jornalistas… de fato e gravata. E sete deles doutores! As diferenças para as redações de hoje – em que o abandalhamento do visual dos jornalistas consegue não ser a nota mais chocante – são abissais, já que não conheço equipa que reúna hoje, mesmo as que dispõem de mais de uma centena de jornalistas, tantos e... Leia o resto →

Dois marcos da cultura ao abandono, duas vergonhas para Lisboa

  Na foto da esquerda (ou em cima, depende do formato do ecrã), vemos o estado lamentável em que se encontra o antigo cinema Paris, junto ao Largo da Estrela, em Lisboa. Ali passei várias tardes em que devia estar nas aulas, no vizinho Liceu Pedro Nunes, a matar o meu precoce vício pelo cinema, nos tempos em que, por 2 escudos e 50 (1,25 cêntimos!), se viam dois filmes. Pois a velha sala está há muitos (demasiados) anos no nojo que a foto documenta, sem que ninguém se incomode com isso…,... Leia o resto →

Hoje é Sábado: Um amigo no telhado

  Em 1972, o Zé Neves de Sousa abriu-me a porta dos jornais De 1964 a 1977: eis os post-its de 13 anos loucos… e de um louco à solta, valha a verdade A minha vida em post-it? Interessaria a alguém? E seria possível preservar a imagem do artista? Bem, fiquemos antes pelo memorando das principais peripécias dos anos loucos… e com um louco à solta, valha a verdade.  Agosto de 1964: escrevi o meu primeiro texto, publicado no Mundo Desportivo, sobre os campeonatos da FISEC, em que participei como atleta.  Setembro de 1964:... Leia o resto →

Dossier has been – revista de apresentação do Mundial de… 1986

Em maio de 1986, a editora CEIG lançou no mercado 30 mil exemplares da primeira edição da revista Mundial, um guia de apresentação do Campeonato do Mundo de Futebol, que se ia realizar no México, no mês seguinte. O diretor era o autor deste blog e o coordenador da edição o atual diretor-adjunto de Record, António Magalhães… Bons tempos! Ficha técnicaPropriedade – CEIG EdiçõesDiretor – Alexande PaisCoordenador editorial – António MagalhãesColaboradores – Wilson Brasil, Rui Tovar, Manuel Falcão, José Paulo Canelas, Nuno Barbosa e Fernando PetronilhoFotografia – Rui RaimundoCapa e grafismo... Leia o resto →

Dossier has been – a outra equipa de Canas de Senhorim

O meu amigo e companheiro de escola, em Canas de Senhorim, Amadeu Soeiro, enviou-me a foto (infelizmente uma fotocópia…) da equipa que defrontou aquela em que alinhei, e que republico abaixo, no campo de futebol da Urgeiriça, em… 1954 (ver post de 22 de março 2010). Para não ficar atrás do Armando, que identificou a malta que está na foto abaixo, o Amadeu conseguiu igualmente descobrir o nome da maioria dos jogadores. Alguns deixaram Canas e perdeu-se-lhes o rasto… Ora vejamos: o primeiro em pé não está identificado, depois vêm o Avelino,... Leia o resto →

Em memória de um génio do jornalismo: Armando Nogueira

Pouco depois do desaparecimento do grande jornalista que foi Armando Nogueira, a revista “Veja” publicou uma colagem de textos do comunicador brasileiro, que não resisto a reproduzir, com a devida vénia. Por ela se confirma que se o jornalismo é muito para quem quer, será sempre muito mais para quem pode. E ele podia.

Dossier has been – saudades de Jordão

Deixou de jogar futebol, dedicou-se à pintura e “divorciou-se” do futebol e do medatismo que ele lhe trouxe. Refiro-me a Rui Jordão, hoje com 57 anos, um avançado extraordinário que em Portugal vestiu as camisolas de Benfica, Sporting e Vitória de Setúbal – tendo jogado ainda um ano em Espanha, no Saragoça. Esta foto, tirada em 1984 (actuava Jordão no Sporting), na discoteca Skylab, em Lisboa, onde o “Off-Side” lhe entregou o prémio anual – e em que o vemos com os jornalistas Ricardo Tavares, João Bonzinho e o autor deste blog –constitui uma homenagem sentida da Quinta... Leia o resto →

Hoje é Sábado – Nené já suja os calções

Há 26 anos, o jogador salientava a “harmonia muito grande” de que a sua família desfrutava Nené é um velho conhecido. Quem se der ao trabalho de visitar o meu blog no sábado, dia em que costumo republicar estas crónicas, poderá ver também uma foto, tirada numa tarde de calor de 1984, quando eu e o jornalista João Bonzinho passeámos com o inesquecível jogador, no alto do Parque Eduardo VII, em Lisboa, antes de uma entrevista para o semanário Off-Side e para a qual o fotografámos igualmente com a mulher,... Leia o resto →

Manuel Bento: um homem na memória

Esta foto, de 1982, foi tirada num campo de treinos do Estádio da Luz, durante uma iniciativa do “Off-Side”, que consistia em desafiar os leitores a tentarem marcar um penálti ao grande Manuel Bento. A Pony patrocinou a acção, que se saldou por um enorme êxito, com umas dezenas de concorrentes a tentarem a sua sorte e só alguns a conseguirem desfeitear o guarda-redes do Benfica e da Seleção – e a poderem assim levar a bolinha como prémio. Na imagem, além de Bento e de um candidato à “Bola p’ra Casa” equipado a rigor, o diretor... Leia o resto →

« Entradas mais antigas Posts mais recentes »

 
Back to top