Falta de jeito para o negócio

Mal se soube que Cristina Ferreira ia deixar a TVI, em 2018, o concurso “Apanha se puderes”, que alcançara a liderança do ante prime time, começou a cair nas audiências até voltar a perder o primeiro lugar para “O preço certo”, da RTP. Iniciou-se aí, também, o calvário da estação de Queluz, que nunca mais conseguiu vencer a concorrência nesse horário, acumulando fracassos. O último, após o flop de “First dates”, nasceu da ideia preguiçosa de “esticar”, até às 20 horas, o “A tarde é sua”, da formiguinha Fátima Lopes.... Leia o resto →

O “especial” de Cristina Ferreira e o toque de Midas

Ao longo da vida, fartei-me de ver como acabaram aqueles que se julgavam dotados do toque de Midas e que menosprezaram o poder do talento e do trabalho na obtenção de resultados. Lembrei-me desses iluminados a propósito de uma edição “especial” do programa “Cristina”, da SIC, no período anterior aos telejornais. É que a popularidade da apresentadora talvez não bastasse para que as audiências fossem ouro. E a verdade é que liderou na estreia, na segunda-feira, e perdeu – para “O preço certo”, para que outro poderia ser? – pelo... Leia o resto →

O telefonema de Marcelo a Cristina e a falta de noção do ridículo

“O preço certo”, da RTP, voltou a liderar no acesso ao “prime time” – na terça-feira e na quarta foi mesmo o quinto programa mais visto do dia, com grande vantagem sobre os “dating shows” da SIC e da TVI. É o esplendor do fenómeno Fernando Mendes, o terceiro vértice do triângulo de popularidade em TV, com Goucha e Cristina. De um modo elevado que o engrandece, o ex-Gordo aproveitou um “direto” do concurso para brincar com o telefonema do Presidente a Cristina, ao contrário dos “zés-ninguém” que nas redes... Leia o resto →

Mendes & Mendes: a firma da semana

Fiéis à cultura do ódio com que tentam esquecer as frustrações, alguns gremlins das redes sociais (outros dedicam-se mais à inveja cor de rosa) criticaram agora Jorge Mendes por ganhar milhões de euros e ter oferecido uma casa de poucos milhares a uma família vítima dos incêndios de 2017. Em vez de se focarem nos muitos milionários que não dão um cêntimo a ninguém, os imbecis internautas preferem denegrir quem é generoso e dá o que entende, e não o que eles dizem que dariam se o dinheiro fosse deles... Leia o resto →

O regresso de Fernando Mendes e Miguel Vital

Em março de 2017, a novidade que foi o “Apanha se puderes”, da TVI, entrou de imediato no “top 5” dos programas mais vistos, com audiências médias superiores a um milhão de telespectadores e o “share” a rondar os 30%. Esse êxito levou à queda de “O preço certo”, da RTP, transmitido no mesmo horário, que manteve apenas cerca de meio milhão de fiéis – abaixo de metade do concorrente. Na altura, vaticinei o rápido regresso à ribalta do concurso da estação oficial, uma previsão errada que também aqui tive... Leia o resto →

O Gordo afunda-se e a RTP nada faz

Enganei-me. Escrevi aqui a 18 de março que um mês depois as audiências de “Apanha se puderes”, da TVI, não seriam tão boas como no início do programa. A verdade é que o concurso apresentado por Cristina Ferreira supera já em mais de 400 mil (!) espectadores “O preço certo”, e mesmo que Fernando Mendes e companhia consigam recuperar do KO dificilmente voltarão a liderar naquele horário – como vaticinei também, se calhar para me espalhar outra vez. É a vida. “Apanha se puderes” não é um êxito apenas pela... Leia o resto →

Lebre Cristina e Tartaruga Mendes

Apetecia-me hoje destacar o 4.º aniversário da CMTV, que ainda esta quinta-feira registou o dobro das audiências da TVI24 e deixou a SIC Notícias a um ponto – 2,8 por cento de share “contra” 1,8 – mas não quero abusar da paciência do leitor ao vincar os méritos da nossa estação. A realidade fala por si. Opto por outro êxito, o de “Apanha se puderes”, lançado na segunda-feira, dia em que atingiu 25,9% de share, e que na quinta chegou a 28,9%, marcas que ultrapassaram os 20 ou 22% de... Leia o resto →

Gente estúpida

Dizia Albert Einstein, que há apenas duas coisas infinitas, o Universo e a estupidez humana, e que só quanto à primeira não tinha ainda a certeza absoluta. Eu acrescentaria que a estupidez é como a morte, não podem ser vencidas, pelo que brincar com ambas é o que nos resta. Num “Preço Certo” desta semana vi o que julgava impossível: Fernando Mendes a sair do sério e a convidar um espectador, que o insultara numa rede social, a procurá-lo na RTP e a repetir a graça “olhos nos olhos”. E... Leia o resto →

Fernando Mendes, o Sábio

Uma vez mais, Fernando Mendes não foi em conversas e renovou o contrato com a RTP. Recordo que não há muito se dizia que o ator era dos apresentadores menos bem pagos da TV, sendo que os 20 mil euros mensais que se julga passar a receber da estação oficial o tornarão agora num dos mais bem compensados. Afinal, não se trata de uma avaliação de elegância mas do reconhecimento de uma capacidade extraordinária para captar audiências. Uma vez mais também, havia quem acenasse a Mendes com o dobro do... Leia o resto →

 
Back to top