A corte da hipocrisia que cercava Eduardo Beauté

No seu imparável desfile de grandeza e miséria, as redes sociais ferveram esta semana com os comentários sobre a morte de Eduardo Beauté. Os vermes destilaram o habitual veneno e algumas das supostas amigas do cabeleireiro aproveitaram para ficar bem na fotografia, com mensagens rebuscadas de saudade e hipocrisia. A vida é o que é e muitas das madames que adulavam Beauté faziam-no com o único objetivo de arranjar o cabelo sem pagar – fossem estrelas pálidas da televisão ou figurinhas de terceira em busca de protagonismo. E nem as... Leia o resto →

O tocante gesto de Paulo Futre

Há quatro anos, um dia depois da partida da minha filha mais velha, tive o privilégio – abusando da paciência dos leitores de “Record” – de poder evocar, numa crónica, os êxitos de desportista da Teresa: quatro títulos nacionais de basquetebol. Recordei o facto ao ver, na última quarta-feira, a homenagem que Paulo Futre prestou ao seu pai – desaparecido há uma semana – no “Liga d’Ouro” da CMTV, a exemplo do que fizera já no “Record” e no Facebook, em textos dominados pelo orgulho e pela gratidão. Foi um... Leia o resto →

António Costa em passeio na TVI

A entrevista do chefe do Governo à TVI foi marcada pelo amadorismo – ou algum comprometimento, vá lá saber-se – do painel que fez as perguntas, numa onda cor de rosa que, não tendo sido preparada, parecia. Mais preocupada em brilhar inter pares do que em “entalar” o primeiro-ministro, a perguntadora sobre Educação – “professora profissionalizada” (!) – debitou o rol de queixas habituais da classe contra o Executivo. E António Costa embrulhou-a com o discurso do descongelamento de carreiras, apagando-se pelo meio a questão que exigia uma resposta direta:... Leia o resto →

O sonho dos falhados

Ver cair quem tem sucesso será sempre um sonho dos falhados. E as férias de Cristina Ferreira abriram, no coração de algumas almas, a esperança de que as audiências dos seus programas baixassem. Mas na ânsia de que os desejos se tornassem realidade, misturaram o “Cristina” das manhãs com o concurso do ante prime time. No primeiro caso, referi-o já aqui, Cláudio Ramos resistiu, com uma quebra que não chegou para que a TVI batesse a SIC. Quanto ao segundo, repetiu-se, mesmo antes das férias da apresentadora, o que acontecera... Leia o resto →

De agressores a estrelas de televisão

Nota alta para o brilhante trabalho de Cláudio Ramos, na SIC, “a fazer de Cristina” e a bater a TVI nas audiências, em alguns dias por números tão expressivos como os obtidos pela titular do programa. Mas tenho de me ficar por aí, chocado com aquele vídeo tenebroso em que se veem agentes da PSP a serem violentamente agredidos por dois homens. Chamados a conter uma desordem entre famílias, em Loures, os polícias procuraram defender-se até à chegada de reforços que permitiram, com enorme dificuldade, deter os atacantes. Não passaram... Leia o resto →

« Entradas mais antigas

 
Back to top