Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Fim de semana alucinante de futebol

O fim de semana começou bem, com o Manchester City de Pellegrini, um tipo que me irrita, não sei porquê, a perder e a atrasar-se na Premier. A seguir, o Real Madrid derrotou o Barcelona, sem espinhas. Dia perfeito para as minhas cores – e também para o… Read More

O próximo mártir

Se disser a alguém que vai morrer, sem adiantar quando (sei lá eu!), tenho 100 por cento de hipóteses de acertar. Ideia estúpida, esta? Sem dúvida, mas igualmente tão burra, oportunista e espertalhona como as críticas absurdas que, durante quatro anos, certos abencerragens da aldeia futebolística fizeram a Paulo… Read More

O teste de ferro e fogo de Bruno de Carvalho

Aprecio particularmente aqueles comentadores que sabemos ao que vêm, com que partidos simpatizam, que religião professam ou que clube preferem. Não perco, por isso, colunas deste jornal como a que assinou aqui Carlos Barbosa da Cruz, na edição de quinta-feira, e que, essa em concreto, poderia subscrever. O… Read More

O dilema de Luís Filipe Vieira

Em apenas um ano, a SAD do Belenenses reduziu o passivo de 10 para cerca de 8 milhões de euros, um trabalho ciclópico. Mas a boa gestão de Rui Pedro Soares não apagou as irresponsabilidades do passado e os credores – pouco dados a comover-se com boas práticas… Read More

Sopram ventos de mudança

O Benfica tarda em encontrar o pé e a impaciência aumenta nas suas hostes. Sinal de falta de qualidade dos “reforços” ou antes uma amostra do que aí vem? Lembro-me sempre de uma Taça de Honra da AFL, em mil novecentos e troca o passo, em que o… Read More

Jorge Jesus vai ter de voltar ao princípio

O Barcelona gastou 145 milhões de euros em cinco novos jogadores e o Real Madrid 110 milhões só em James e Kroos. É o campeonato dos clubes milionários, esse em que participam os dois gigantes espanhois e no qual não entra, por exemplo, o Valência, que pagou 16… Read More

Heroísmo para Tiago Machado e ingratidão para Casillas

Só o “L’ Équipe” francês, ao apelidar de “heroico” o português Tiago Machado, conseguiu encontrar o termo certo – no que aos feitos desportivos diz respeito, obviamente – para a decisão do ciclista, combalido após grave queda, de “fugir” da ambulância e regressar à estrada e à Volta… Read More

O “Clube dos 8” ainda tem apenas sete

Partiu mais um, o segundo em seis meses, dos sete maiores futebolistas de sempre, quase no mesmo dia em que nasceu uma oitava maravilha dos estádios. Depois de Eusébio, desapareceu Di Stéfano, aquele que foi para mim o maior e o mais completo jogador de todos os tempos,… Read More

Paulo Bento: o homem para fazer o trabalho

A dificuldade que Bruno Alves teve em levantar-se, no lance do segundo golo dos Estados Unidos, e que permitiu a entrada pouco académica mas vitoriosa de Bradley, exemplificou o drama da equipa de todos nós: condição física de rastos a trair o querer e a vontade de sempre.… Read More