Os arruaceiros

Não há bela sem senão. Ao derrotar o Atlético de Madrid, que perdeu a segunda partida europeia, no Vicente Calderón, nos últimos 28 jogos, o Benfica não pôde regressar a Lisboa sem uma mágoa: a causada pelo comportamento daqueles energúmenos que sempre se juntam às claques de futebol, não para assistirem aos jogos mas para promoverem as arruaças que sentem dificuldade em concretizar noutras circunstâncias. Uma criança ferida, atingida por material pirotécnico, é o balanço mais negro da postura dos anormais, que o Benfica vai ter de pagar com língua... Leia o resto →