Crónicas da Sábado: O despesismo acéfalo

O jornalista do títulodeficitário pode gastar à vontade, o do jornal que dá lucro é controlado… Dois jornalistas, antigos companheiros de curso, reencontraram-se há pouco, ocasionalmente, e tentaram, em breves minutos, pôr a escrita dos últimos anos em dia. Um deles, que não por acaso trabalha no mesmo grupo que eu, lamentou-se das restrições que lhe são colocadas na apresentação de despesas. E ficou banzado quando, como resposta, o ex-colega lhe deu conta das amplas liberdades que são concedidas aos colaboradores do seu jornal, um dos títulos altamente deficitários que... Leia o resto →

http://twitter.com/AlexandrePais (27)

Jogo de preparação a acabar naquela confusão táctica e ausência de competitividade? Ai, ai, estão de volta as dores de cabeça. E Balsemão desanca a ERC… LucianoAlvarez Escrito na porta de um WC da Assembleia da República http://tweetphoto.com/13135972 10 minutes ago via TweetDeck AlexandrePais @LucianoAlvarez Repórter é repórter e essa é genial. Estão ali umas marias na bancada dos perguntadores da Ética, preocupadas com a hora do jantar. Vê-se-lhes a angústia na cara. …Inês de Medeiros à parte, claro, que essa tem o marido em Paris e não está sempre... Leia o resto →

Dossier has been – A velha luta pelo controlo da comunicação social

No dia em que Manuela Moura Guedes e Francisco Pinto Balsemão responderam às perguntas da Comissão de Ética da AR, divulgo aqui um recorte do semanário “Expresso”, de 4 de Março de 1977 (passam amanhã 33 anos!), que permite confirmar como a guerra pelo controlo da comunicação social já é velha – e quem se der ao trabalho de ler o artigo verificará que sei do que se trata. Fica ainda um pequeno recorte do diário “Jornal Novo”, de 27 de Janeiro de 1977, que permite compreender o que andava o... Leia o resto →

 
Back to top