Canto direto: A imaturidade de Villas-Boas

A descontração de André Villas-Boas ao lado de Pinto da Costa, em “Camp Blue”, assistindo ao Manchester City-FC Porto, é um sinal de total falta de senso e de maturidade. Desde logo porque o Chelsea saiu de Nápoles, na véspera, vergado ao peso de mais uma derrota (3-1) e por números que tornam difícil a vantagem na eliminatória após a partida da segunda mão. Depois porque a equipa de Villas-Boas somou o seu quinto jogo sem vencer – três empates, duas derrotas, 6-10 em golos – agravando uma crise que... Leia o resto →

Jorge, André e Domingos: os três reis da Europa

De: carlos_casais@sapo.pt [ Enviada: quinta-feira, 14 de Abril de 2011 23:30 Para: Record Assunto: fotomontagem Boa noite. Tenho uma fotomontagem feita por mim, relacionada com os jogos da Europa. Caso queiram fazer utilidade dessa mesmo, têm a liberdade para isso, apenas gostaria que indicassem o meu nome na foto. Cumprimentos Carlos Casais

FC Porto em crise dá banho de bola ao Benfica campeão

Ora como nisto do futebol a única coisa que conta é a bolinha dentro da baliza, André Villas-Boas, que não é Mourinho, começou a sua carreira no FC Porto precisamente com uma vitória “à Mourinho” que lhe deu o primeiro título da carreira. Foi um triunfo sem espinhas, tal foi o ascendente dos portistas, que formaram uma equipa compacta, disciplinada, fisicamente já muito forte e que atuou com o empenho de um bando de zés-ninguém que quisesse impressionar o rei. E como Varela impressionou toda a corte! Pelo contrário, do... Leia o resto →

Depois da derrota, o Benfica vai ter de comer a mobília

Com a defesa do FC Porto irreconhecível pela ausência de Bruno Alves, tudo parecia indicar que uma noite de bruxas esperaria os portistas, no próximo sábado, em Aveiro. A confirmação da saída do central, cuja dupla com Rolando fazia subir claramente o rendimento do ex-belenense, deixa os adeptos azuis-e-brancos, após o “encorajante” 0-1 da Luz, sujeitos à mesma angústia, sem grande confiança num resultado positivo. O que mudou depois da partida de ontem foi a euforia encarnada, já que o Benfica mostrou que não é aquilo que em boa verdade não existe no futebol: uma... Leia o resto →

Pinto da Costa: o que ele pensa

Nota prévia – Escrevi este Passe Curto no dia 4 de março. Um mês e meio depois, corrijo apenas a expressão “trabalho interessante”, já que a prestação de Villas-Boas em Coimbra é, sim, dececionante com 5D, 4E e 3V – em 12 jogos (os últimos 6 sem uma vitória) na Liga, em 2010. É que voltam a chegar-me indicações de que o treinador que fala de si próprio na terceira pessoa pode estar, de facto, com um pé no FC Porto. Não é que eu acredite, mas… Quem sucederá a Jesualdo Ferreira? Jesualdo Ferreira pode estar... Leia o resto →

Os rios só correm para o mar (editorial de Record)

 Resolveram rasgar o acordo, mas não podem apagar o que ficou feito, não conseguem desmentir o que aconteceu A importância de Record está bem expressa na ferocidade com que alguns alienígenas – que não compram jornais e que se limitam a alimentar, com a informação gratuita online, o seu fanatismo e os seus ódios irracionais – tentam demonstrar (?), sempre insultando, que errámos ao noticiar o acordo entre o Sporting e Villas-Boas, acordo que, a ser cumprido, faria do treinador o próximo responsável técnico pelos leões. Record não inventou. Descobriu... Leia o resto →

Ainda bem que a RTP sabe, Record está salvo!

Sporting Villas-Boas é o novo treinador do Sporting O Sporting já decidiu. André Villas-Boas vai suceder a Carlos Carvalhal A RTP sabe que houve conversações nos últimos dias. Villas-Boas foi durante muitos anos adjunto de José Mourinho no FC Porto, no Chelsea e no Inter de Milão. Já no decorrer desta época iniciou a carreira como treinador principal na Académica e quando Paulo Bento saiu de Alvalade foi apontado como futuro treinador dos leões. O contrato deverá surgir daqui a algumas semanas. 2010-03-30 08:18:56 Record de 6 março 2010

 
Back to top