Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Semana de estreias e deceções

Semana rica em novidades esta,
que começou com a deceção da estreia de “Quem quer ser milionário”, uma vez que
Manuela Moura Guedes não foi além de um 19.º lugar nas audiências do dia. Uma
deceção relativa, pois a RTP não tem mais condições para se bater nessa
“guerra”, após tanto desinvestimento financeiro e tanta falta de talento na
programação.

Outra deceção é a de
“Belmonte”, vencida como se esperava por “Dancin’Days” mas a perder também para
outra novela da SIC, a recém-estreada “Sol de inverno”, que conta com um
conjunto de interpretações bem superior à da sua concorrente da TVI. Esta
fraqueja demasiado na direção de atores, havendo por lá uns meninos tão
fraquinhos que desempenhos como os dos sempre excelentes Marco de Almeida ou Filipe
Duarte não conseguem compensar.

Mas o tema da semana esteve na
continuação da subida de audiências da CM TV, um projeto que a Cofina lançou em
contraciclo e que se está a impor graças a forte determinação e conhecimento do
mercado. Seis meses depois do primeiro dia, seria impossível esperar melhor.

Antena paranoica, crónica publicada na edição impressa do CM de 28 setembro 2013