Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

“Sabadabadão” é um “Ellen” à portuguesa

Promovida intensamente pela SIC, a estreia de “Sabadabadão” – um nome infeliz – quedou-se aquém das expectativas, ultrapassando 1 milhão de espectadores mas ficando a 170 mil da concorrência direta, o “Masterchef Portugal”, da TVI.

A estação de Carnaxide insiste na linha de divertimento puro, com um conteúdo que mantém a indigência à distância, um trunfo importante. O programa assemelha-se ao norte-americano “Ellen”, aportuguesado em baixa porque os meios são bem mais modestos e existe um contratempo: falta Ellen DeGeneres.

João Baião teve êxito com “Big Show SIC”? Teve, só que em duas décadas o Mundo rodou demasiado e os pulos e tiques do ator já revelam desgaste. Júlia Pinheiro esforça-se como é habitual mas também não está na sua praia. E Lili Caneças é um erro de casting naquele papel, além de acentuar o “peso excessivo” dos apresentadores.

A extensão do programa, com largos minutos em que nada acontece, torna-o igualmente menos interessante, o que é pena: o tempo não volta para trás mas o bom gosto sempre se espera que reapareça.

Antena paranoica, 17MAI14