Resposta aos dirigentes do Sporting – O que interessa é eliminar o Everton (texto completo)

 

O Sporting emitiu ontem um comunicado, não assinado e portanto da responsabilidade de José Eduardo Bettencourt, em que recorre ao mais estafado dos subterfúgios: culpabilizar a imprensa, um jornal ou um jornalista pelos erros de uma política, de uma instituição ou de um presidente.

E como quase sempre acontece nessas situações, não se limita à tentativa de passar a outros as responsabilidades próprias, enveredando pelo caminho do insulto ao escrever estar perante “um jornalismo sem escrúpulos que confunde a análise objetiva dos factos com leituras enviesadas assentes em conjeturas, especulações e impressões pessoais”.

Não nos ofendem. Coraríamos de vergonha, sim, se Record tivesse deturpado factos, manipulado informação ou emitido opiniões baseadas em mentiras. E isso não aconteceu, não podia ter acontecido, jamais acontecerá. O Sporting é tão grande, o seu prestígio tão elevado, os seus adeptos de tal modo respeitados nesta casa que, mesmo que não tivéssemos escrúpulos, como reza, torpe, o comunicado, não nos atreveríamos.

Tratamos de uma realidade, triste embora, e com a qual nos confrontamos. O Sporting passa por uma fase muito difícil, em grande parte porque o seu presidente falhou na escolha do diretor desportivo, falhou na opção por este treinador, falhou na política de reforços, falhou na comunicação – com a imprensa, com os associados e, pelo que se vê, igualmente com os jogadores. Ao contrário do que diz Bettencourt, no seu discurso de compreensão impossível, o Sporting é uma organização vencedora, que atravessa apenas um ciclo mau.

E não estamos perante simples “impressões pessoais”. São, antes, 7 jogos sem vitória, com 5 golos marcados e duas goleadas humilhantes, uma das quais em Alvalade. Se, no domingo, o Sporting não ganhar ao FC Porto, estará mesmo a viver o seu pior ciclo de todos os tempos.

Não o desejamos. O que queremos é que os leões eliminem agora o Everton e possam com isso sair da crise – com Carvalhal, com Bettencourt, seja com quem for. Obriguem-nos a engolir as críticas, devolvam ao leão o rugido que o deixaram perder.

Alexandre Pais

Editorial, publicado na edição impressa de Record de 23 Fevereiro 2010

 Quarta-Feira, 24 Fevereiro
• 16:06 – Utilizador Registado
JEB merece tudo o que se tem dito dele. Comecou por 4ever depois socio/bebes, palhaco, terroristas, andar ao murro, Brasil de ferias em tempo de crise, enxovalhar e diminuir o treinador Carvalhal, que afinal foi JEB que o contratou.Por que deixou sair o irmao gemeo? Agora é o Jornal RECORD que tem a culpa dos resultados? Ja pensou que nao tem competencia pro lugar BEM PAGO que ocupa?

• 9:33 – Hugo Machado
Força Sporting, quer queiram quer não, os verdadeiros amantes do Futebol Luso estão com vocés… Votos sinceros de um Angolano Benfiquista…”PODE-SE ESMORECER A FÉ, MAS MATÁ-LA, NUNCA!!!!!”

 Terça-Feira, 23 Fevereiro
• 21:25 – bp6
sr alexandre pais tenho admiração pela sua coragem como comentador, mas de modo algum concordo com este escrito. sabe, dá a ideia de uma vingança escondida, qual jornalista escondido atras de fontes que nao pode revelar. nao se junte a uma onda encarnada de vendas do jornal, porque o record atingiu a tiragem que ostenta porque era o unico independente de clubismos !!
• 18:10 – Joao Pedro SCP
“Com Carvalhal ninguém leva a mal” é provocatório. Normalmente gosto do vosso jornalismo pois não se vendem ao “SLB” com noticias da tanga como outros.. mas têm tido um tom pouco respeitoso pelo SCP. Sinceramente não entendo porquê. (Espero que publiquem esta opinião).
• 18:06 – Mokuna
Acredito que não haja premeditação, mas o certo é que têm sido utilizadas expressões retiradas do contexto para fazer críticas e ataques, que JEB não merece. Para dar um exemplo, e há mais, cito a expressão “forever” dita no decurso de um diálogo e em resposta a uma questão sobre o futuro treinador. Claro que JEB não quis dizer que o treinador ficaria eternamente no SCP. A expressão apenas pretendia reforçar a afirmação. Se um jogador diz que vai “comer a relva”ou”morrer em campo”, vai mesmo?
• 12:33 – BENFIQUISTA DAS ANTAS
Da maneira que o Sporting está a jogar, e da maneira como joga o Everton nao sei se vai ser possivel, mas vamos ter esperanca…
• 12:16 – alphia99
Subescrevo Tiago Neto.. Como Sportinguista e socio á 30 anos embora residente no estrangeiro, nao consigo admitir e nem disfarçar a “azia” q tudo isto me provoca.. Bravo pela cronica, nao podia estar mais de acordo… Incompetencia reina em Alvalade. Continuo sem perceber o porquê do “mister” (?) Carvahal so realizar 2 substituicoes nos ultimos 6 jogos.. Talvz por nao ser treinador, mas nao consigo perceber.. deve ser chinês.. alguem q traduza para portugues por favor..
• 10:22 – LEÃO DE ASSENTIS
Então o Sr. JEB atira-se agora contra a Imprensa? Quer tentar justificar a sua provada incompetência? Como? Não estão, porventura, os factos/resultados tristes e humilhantes à vista de toda a gente? Pobre SPORTING, para onde esta onda de fracos e incompetentes directores te levaram. Milhares de sportinguistas, como eu, interrogam-se por que se permite que este homem continue a empurrar o Clube para um buraco, quem sabe se para o seu fim.
• 9:37 – Marx Pomurs
Bettencourt é a pura definicão de um Loser!!
• 9:33 – Tiago Neto
Parabéns por este artigo. Como sportinguista, estou profundamente reconhecido ao seu autor. Se noutras ocasiões critiquei a tendência vermelha deste jornal, neste caso sou obrigado a concordar a 100% com o que aqui está escrito. Parabéns Record! Revolução em Alvalade já! Fora com esses “pseudo-notáveis”. SL

 

 

Partilhar

Os comentários estão fechados.