Real Madrid pagou mais por Pepe do que vai pagar por Danilo

É fácil embandeirar em arco: até o quase sempre competente diário “Marca” assinala que a contratação de Danilo atinge o valor mais elevado alguma vez pago por um defesa pelo Real Madrid.

Acontece que a inflação existe e quando se comparam verbas há que contar com o valor relativo e não com o absoluto. Assim, os 31,5 milhões de euros que os merengues vão pagar, em 2015, pelo internacional brasileiro, batem “sobre a meta”, os 31 milhões (30 milhões em 2011) que o Benfica recebeu por Fábio Coentrão, mas ficam aquém dos 33 milhões de euros (30 milhões, sim, mas já em 2007) que o Real pagou ao FC Porto por Pepe.

Por isso, vai continuar a ser Pepe e não Danilo, o defesa mais caro da história dos madridistas. Basta ir a um dos muitos sites que fazem a atualização do valor do dinheiro, de acordo com a inflação – o do INE, por exemplo – e fazer bem as contas. Dá um bocadinho de trabalho, não é só copiar, eu sei.

Nota – Acrescento que a venda de Ricardo Carvalho ao Chelsea, em 2004, que então rendeu também 30 milhões aos cofres do FC Porto, corresponde hoje a um negócio de quase 36 milhões de euros! Só Pinto da Costa…

Partilhar

Os comentários estão fechados.