re: Vieira & Costa, o Benfica que sobreviveu às intrigas

NFS, quanto à sua opinião, vou discordar consigo por um motivo muito simples. O SCBraga foi, efectivamente, beneficiado nalgumas situações, prejudicado noutras. Isso faz parte do jogo. O Benfica também passou por isso. Quanto a expulsões, houve jogos em que as expulsões foram… a menos, tamanha a agressividade com que tentavam parar os jogadores encarnados. Mas voltando ao que diz, em comparação directa, o Braga foi mais beneficiado com o Benfica. E sabe porque é que agora se criou essa imagem do “colo” com que o Braga foi levado? Porque António Salvador e Domingos Paciência quiseram desculpar o facto de não serem campeões com alegados benefícios ao Benfica e, indirectamente, atraíram também para o Braga esse mesmo escrutínio que passaria um pouco disfarçado noutras alturas. Péssima ideia, sobretudo quando o Braga, ao fazer este campeonato que fez, só tinha era motivos de orgulho, mais ainda se calhar que o Benfica, para quem o título é, quase, normal…

Quanto ao artigo do sr. Pais, de facto tirou uma conclusão muito boa: há que errar e aprender com o erro. Esperemos que, pelo menos para o universo benfiquista, este título não seja algo de “anormal” mas sim um início de uma nova tendência.

Parabéns pelo artigo e parabéns ao Braga, digno vice-campeão.

Partilhar

Os comentários estão fechados.