re: Vieira & Costa, o Benfica que sobreviveu às intrigas

O Benfica foi, de facto, a melhor equipa do campeonato. Mereceu ganhar.

Não havia era necessidade de querer fazer crer que o Braga é que foi levado ao colo. Fizeram-se primeiras páginas com um erro de arbitragem que, no caso, beneficiou o Sporting Clube de Braga. Escreveram-se artigos de opinião para justificar os erros que beneficiaram o Benfica (nomeadamente, no jogo do título, que foi o jogo da Luz com o Sporting – tivesse o Luisão sido expulso ou o penalty cometido pelo David Luiz sido marcado, e talvez a história se tivesse escrito de outra forma).

Certo, certo é que o Benfica acabou a jogar contra 10 adversários num anormal número de ocasiões. Decisões duvidosas, mas justificáveis, dirão alguns. Até dou de barato que assim fosse, mas como se justifica a protecção ao David Luiz, que num determinado período se viu poupado a expulsões em jogos consecutivos? Ou até mesmo ao Maxi Pereira, que em 2 semanas consecutivas, em lances pouco “discutíveis”, se viu nas boas graças dos senhores do apito?

Parece que estava escrito, há muito, que o Benfica “tinha” que ser campeão. Mas não foi nos astros que isso se escreveu, foi…nas redacções.

De qualquer forma, endereço os meus parabéns ao Benfica.

Partilhar

Os comentários estão fechados.