re: Uma convocatória que não pode agradar a todos

CQ é (…). Levou o 11 que quer pôr em prática, e escolheu quase todos os outros com base numa única premissa: não podem pôr em causa a titularidade dos que jogam.

Exemplos? Na baliza: nem beto nem d.fernandes têm estatuto para lutar com eduardo pela titularidade; já de quim não se pode dizer isso.

Deco não tem um substituto directo; Queiroz quer utilizar Deco, dê por onde der, e a ausência de alguem que faça aquele lugar naturalmente (C.Martins, N.Assis) corta logo pela raiz vozes críticas que possam surgir se os primeiros jogos de Deco forem o que eu acho que vão ser, face à época que teve: um desastre. 

Podia dar mais exemplos, mas acho que já todos perceberam o que quero dizer.

Partilhar

Os comentários estão fechados.