Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

re: Resposta a um portista indignado com o Record

Este pessoal adepto do fcp, está habituado a periódicos, do gênero daquele, cujo director, em conivência com o maquiavélico presidente do seu clube, não se coibe de forjar notícias, para atingir objetivos pouco claros e transparentes.

Se a isso acrescentarmos, o complexo de inferioridade e a mania de perseguição, que o responsável maior das suas côres, lhes vem incutindo, ao longo dos últimos 20 ou 30 anos, é normal que desconfiem de tudo e de todos, principalmente daqueles que não se vergam e não se deixam avençar.

Veja-se, por exemplo, o exemplo que esta nossa amiga foi buscar: as inúmeras vendas do di Maria. Como se trata de um jogador do Benfica, trata-se de clubite. Se fose o Hulk, o Falcão ou outro qualquer do seu clube, estávamos perante uma campanha absurda e indecente do Record, tentando desestabilizar os nossos jogadores, nesta ponta final da Liga. Duvidam?