re: Os rios só correm para o mar (editorial de Record)

Resumindo: são todos maus, menos o Record. Os leitores que se aproveitam da informação gratuita (porque só esses é que criticam o Record, claro), os empresários, os presidentes, os dirigentes e todos aqueles que se atreverem a não alinhar com o Record.

Está visto que o fechar do balneário e o clube à influência dos media está a ser incomodativo.

Só quando o Record provar que o acordo e o rasgar do acordo aconteceram mesmo, estará a salvo.

Até lá, tudo não passou de intriguismo. Porque o diz que disse não é jornalismo, é intriga. E o Record, neste caso, falhou em todos os princípios jornalísticos.

Espero que, com estes argumentos, não estar a ser nem alienígena, nem feroz, nem fanático.

Afinal, é apenas uma opinião diferente.

Cumprimentos.

Partilhar

Os comentários estão fechados.