re: O Record e os castigos de Hulk e Sapunaru (Editorial)

Permita que o contradiga senhor Director quando diz, afirma convncido: ” tão evidente tem sido a excelência do futebol encarnado”.

Olhe que não. Olhe que não… Assim de repente, lembro ao calhas: em  Leiria, com o empate a persistir, o árbitro inventa um penalty para desatar o nó. Em Setúbal, aos 60 mts, com o empate a persistir, o árbitro anula um golo limpo ao Setúbal, na Luz, com o Guimarães, aos 45 mts com o empate a persistir, o árbitro finge que não viu uma chancada, patada deJavi Garcia, seria penalty e expulsão. E ainda agora na Madeira, a pressa comprometedora com que o árbitro correu a assinalar um penalty inexistente obre David Luiz…

Isto a título de vários exemplos ilustrativos. Agora retire por favor esta meia dúzia de pontos a mais, e diga lá outra vez se seria a mesma coisa?!

Não. Desculpe lá mas o Benfica tem pontos a mais. E poderia citar aqui outros casos, vou citar mais este:

Lisandro acusado de simaur levou dois jogos de castigo.

Aimar acusado de simular levou zero (0) jogos de castigo!

Por fim e para finalizar, como o sr diz e muito bem, se 23 jogos era um absurdo, um exagero PORQUE é que aí, nessa altura o Dr Hermínio Loureiro também não pediu a demissão?!

Partilhar

Os comentários estão fechados.