re: O que interessa é eliminar o Everton

Boa noite caro Alexandre Pais,

Perdoe-me a sinceridade, mas acho que um corte total do clube com o seu jornal já vinha tarde. Eu era leitor assíduo da versão impressa, mas há cerca de um ano que deixei de o fazer. E vou explicar-lhe o grande motivo.

É notório que o jornal a que o senhor preside se tornou um meio não oficial de propaganda ao benfica. As capas sensacionalistas como a do exterminador jorge jesus ou as crónicas de jogos em que erros graves de arbitragem em favor desse mesmo clube são branqueadas são demasiado frequentes num jornal que eu outrora respeitava.

Ainda no ultimo jogo da taça da liga, acharam justa a expulsão de João Pereira (o que se admite), mas branquearam a entrada bárbara de Ramires em Moutinho a meio campo e uma entrada de Javi Garcia sobre Pedro Mendes que merecia segundo amarelo.

Além do mais, capas como “É Carvalhal ninguém leva a mal” revelam um tom de gozo que, na minha opinião, não se admite a um jornal para aquele que, quer queiram quer não, é um dos maiores clubes portugueses, e um dos maiores da Europa.

Por último, uma crítica também para a direcção do SCP. Nas eleições, usaram o Record como meio de propaganda, e o seu jornal, caro Alexandre Pais, é um dos responsaveis pelo estado do clube, pois ignorou completamente a candidatura do dr. Paulo Pereira Cristóvão. Agora, criticam quem os apoiou. É de gente reles. E indigna de figurar na presidência de um clube tão grande como o Sporting.

Cumprimentos sinceros

Um sócio do Sporting Clube de Portugal

Partilhar

Os comentários estão fechados.