re: Entrevistas de Pinto da Costa e Luís F. Vieira avaliadas de 0 a 5

Caro Diamantino, o “aparelhómetro” é a cabecinha do artista. Uma avaliação é sempre algo de subjetivo, injusto e até irritante… Basta não estarmos de acordo com a dita! Abraço

Partilhar

Os comentários estão fechados.