Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

re: Costinha, o profeta

E subscrevo por completo o comentário de António Manuel Braz. Foi SÓ isso que Costinha disse. O resto são interpretações obviamente subjectivas…