Plano de Urbanização de Alcântara avança

A Divisão de Comunicação e Imagem da Câmara Municipal de Lisboa solicita a divulgação do seguinte

 

Plano de Urbanização de Alcântara

 Sessão de esclarecimento – Discussão Pública

 

Realiza-se no próximo dia 25 de Maio de 2011, às 18h30, no salão da Junta de Freguesia de Alcântara, a sessão de esclarecimento sobre o Plano de Urbanização de Alcântara, na sequência do período de discussão pública que decorre de 09 de Maio a 21 de Junho de 2011.

Esta proposta de Plano, aprovada em reunião de câmara no dia 30 de Março, de acordo com a proposta nº 162/2011, tem como objectivos:

           Concretização de uma estrutura ecológica contínua – Corredor do Vale de Alcântara –  estabelecendo ligação entre o Estuário e o Parque de Monsanto;

           Proposta de soluções que reduzam os efeitos de risco natural, designadamente sísmico e de inundações;

           Estabelecimento de redes de circulação que se articulem com a Frente Ribeirinha, com os percursos históricos, com os espaços verdes, com os equipamentos e os transportes públicos;

           Promoção do transporte público, com a criação de transporte ferroviário proveniente da linha de Cascais, da linha de Cintura, do Sul (estações de Alcântara-Rio, Alcântara-Terra e estação projectada do Alvito) e sua ligação com os restantes meios de transporte colectivo;

           Estabelecimento de ligações entre os vários tecidos urbanos fragmentados, contribuindo para a integração social das áreas menos favorecidas;

           Relacionamento dos novos espaços de renovação urbana com a envolvente;

           Estudo integrado dos Sistemas Viário, de Espaços Públicos e de Uso Colectivo, como elementos estruturadores e caracterizadores desta zona da cidade que se pretende requalificada;

           Marcação de uma nova centralidade, promovendo a dinamização da zona de Alcântara através da introdução de equipamentos colectivos, comércio, serviços e actividades económicas;

           Estudo da zona portuária de Alcântara, no sentido de lhe criar acesso ferroviário mais eficaz e melhoria da operacionalidade, com a preocupação de mitigar os efeitos negativos que esta estrutura poderá causar na área urbana adjacente;

           Garantia de viabilidade do Plano sob o ponto de vista urbanístico e económico-financeiro, nas suas implicações orçamentais e na capacidade de corresponder às expectativas do mercado.

Apela-se à participação de todos os interessados, nomeadamente da população das freguesias de Alcântara, Prazeres, Santo Condestável e Campolide.

Os elementos da Proposta do Plano encontram-se, para consulta e recepção de sugestões, no Edifício da Câmara Municipal (Campo Grande, 25, 3ºF – Relações Públicas do Urbanismo), no CIUL – Centro de Informação Urbana de Lisboa (Picoas Plaza, Rua Viriato, nº 13E, Núcleo 6, 1º) e nas instalações das Juntas de Freguesia de Alcântara, Prazeres, Santo Condestável e Campolide.

Mais informações em: http://ulisses.cm-lisboa.pt/ – Planeamento Urbano.

Local: Salão da Junta de Freguesia de Alcântara – Rua dos Lusíadas, nº 13

Data: 25 de Maio de 2011

Hora: 18h30

Partilhar

Os comentários estão fechados.