Petter Northug, o incrível sprinter maratonista

Petter

O cross-country do Mundial de esqui nórdico coroou no domingo, na Suécia, a sua nova lenda: Petter Northug. O norueguês, de 29 anos, conquistou quatro medalhas de ouro e aumentou para 20 – incluindo quatro de prata e uma de bronze – o total alcançado em Jogos Olímpicos e Mundiais. Isso coloca-o na esteira dos maiores esquiadores de sempre, os compatriotas Marit Bjørgen, ainda no ativo, com 32 medalhas, e o já retirado Bjørn Daehlie, com 29.

Marcante no polémico trajeto de Northug – que em 2014 falhou rotundamente nos Jogos de Sochi, depois de ter sido condenado a uma pena de prisão por conduzir embriagado e fugir – foi agora o facto de se ter preparado para chegar ao primeiro triunfo na prova individual de sprint, o que conseguiu, e ter mantido mesmo assim as aspirações à já habitual vitória nos 50 km. Na cauda do pelotão principal ao longo de 48 quilómetros, uma táctica de que nunca abdica, de lá arrancou para o ouro, numa “cavalgada” histórica. Foi como se víssemos o impossível: Usain Bolt a ganhar a maratona…

Última página, Record, 5MAR15

Partilhar

Os comentários estão fechados.