Ole Einar Bjørndalen: e vão 56 medalhas!

No Mundial de juniores de 1993, aos 19 anos, ganhou as três primeiras medalhas de ouro. Agora, nos Mundiais de Biatlo, na Finlândia, e já com 41 anos, o maior atleta da história das modalidades de inverno conquistou a sua 56.ª medalha em Jogos Olímpicos e Campeonatos do Mundo. Foi de prata, obtida na prova de estafetas e deu uma pálida ideia da forma atual de Ole Einar Bjørndalen, que conseguiu ainda um 19.º, um 6.º, um 5.º e um 4.º lugar nas corridas individuais. Este último, na “mass start”, revestiu-se de algum dramatismo, já que o biatleta, após ter acertado 20 tiros em 20 e ter entrado na frente para o derradeiro percurso, acabou sem a 57.ª medalha, derrotado na reta final pelo que foi a maior arma da sua carreira: a velocidade.

O lendário norueguês é o mais premiado atleta olímpico de inverno, com 13 medalhas, 8 das quais de ouro – duas há um ano, nos Jogos de Socchi. Venceu seis Taças do Mundo e terminou outras seis na 2.ª posição. No total, participou em 476 provas, tendo triunfado 128 vezes, ficado em 2.º ou 3.º em 110 ocasiões e somando 351 classificações no top 10. Em 2006, tornou-se no primeiro biatleta a ganhar uma prova da Taça do Mundo de cross-country.

Bjørndalen projeta retirar-se dentro de um ano, após os Mundiais de Oslo, mas até lá a aventura continua, com ele a disparar e a correr atrás – ou à frente… – dos “filhos”.

Última página, Record, 18MAR15

Partilhar

Os comentários estão fechados.