O comunicado da SAD do Benfica e a minha resposta

Sob o título “Uma questão de justiça”, a SAD do Benfica fez publicar no site do clube o seguinte comunicado:

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, o seu Presidente, Luís Filipe Vieira e os seus Administradores interpuseram nas Varas Cíveis da comarca de Lisboa acções declarativas de condenação contra a PRESSELIVRE – IMPRENSA LIVRE, S.A., EDISPORT – SOCIEDADE DE PUBLICAÇÕES, S.A. e GLOBAL NOTÍCIAS, PUBLICAÇÕES, S.A., na qualidade de proprietárias, respectivamente, dos jornais “Correio da Manhã”, “Record” e “Jornal de Notícias”, contra os Directores destes, Octávio Ribeiro, Alexandre Pais e Manuel Tavares e contra os jornalistas Eduardo Dâmaso, Tânia Laranjo e Sérgio Pereira Cardoso, todos do “Correio da Manhã”, Eugénio Queiroz, do “Record” e Luís Antunes e Nuno Miguel Maia, do “Jornal de Notícias”.

Nota da Quinta do Careca

As pessoas acusam-se livremente umas às outras, e quem tem dinheiro avança ainda que por puro espírito persecutório. É assim a vida. Desde o ano 2000, fui constituído arguido em mais de três dezenas de processos. A maior parte foi liminarmente arquivada, a outra finou-se na fase de inquérito.

Um único processo foi a julgamento, sem que este se tenha iniciado, por acordo entre as partes, já que a nada conduziria. Sendo assim, não respondi sequer em tribunal, tenho o cadastro limpo, o que numa carreira de mais de 40 anos diz bem da minha isenção e boa fé.

Encaro, por isso, mais este processo com a serenidade que a experiência anterior me proporciona. Quando erro, sou o primeiro a penitenciar-me, mas quando nada fiz – como é o caso em questão – durmo o sono dos justos. Na altura própria, um “juiz de Berlim” me ilibará. Para já, viro-me para o outro lado, que a vida não está fácil e tenho, feliz ou infelizmente, muito mais com que me preocupar.

E viva o Benfica, sempre.

Partilhar

Os comentários estão fechados.