Nápoles é líder, Real afunda-se: tudo por causa de Benítez

Não foi há muito que Higuaín teve de abandonar o Real Madrid porque Florentino Pérez achava, e continua a achar que um ponta de lança chega e que Benzema é o homem. Na viagem para Nápoles, Pipita teve a companhia de Albiol e Callejón, dois internacionais espanhóis que estavam igualmente a mais no plantel blanco.

No início, as coisas não correram muito bem aos “exilados” porque em Nápoles estava Rafael Benítez, a viver do passado e carregado de manias. Nesta altura da época, livres de Rafa, a equipa e o titularíssimo trio ex-madridista são líderes da liga italiana e o avançado argentino comanda a lista de goleadores.

Ao mesmo tempo, em Madrid, Benzema finge que joga e mete-se em problemas com a justiça, e Benítez destroça o que resta do plantel com que Mourinho pôs fim ao reinado de Guardiola em Barcelona. Bale e Cristiano não estão para chatices e James Rodríguez acaba de se juntar ao grupo dos “fartos de Benítez”. E na defesa não há que saber: os quatro titulares, Carvajal, Varane, Ramos e Marcelo lesionaram-se quase em simultâneo.  Não fosse Pepe e entrava um central do Castilla…

Moral da história: o tempo é o grande mestre da vida.

Partilhar

Os comentários estão fechados.