Miguel Di Pace: maestro azul sofre de Alzheimer

Chegam-me da Argentina notícias muito tristes. Miguel Di Pace, o grande jogador argentino do Belenenses da década de 50, e hoje com 84 anos, sofre de Alzheimer. E como se isso não lhe bastasse, foi assaltado, e violentamente agredido, na sua quinta de Mar del Plata, Argentina.

Tive não só a felicidade de o ver jogar – ainda nas Salésias! – como também o grande prazer de o receber (eu e o meu camarada Fernando Dias) aqui na redação de Record, em maio de 2004, quando regressou a Lisboa para reviver a glória do passado, ser ovacionado numa volta de honra ao relvado do Restelo e se despedir dos muitos amigos que por cá deixou.

Agora, sofro com o seu triste ocaso. Mas guardarei, para sempre, a memória deste herói da minha juventude – adeus, Maestro!

 
Na redação de Record. com os antigos internacionais azuis, Manuel Rodrigues, um grande capitão,
e Angeja, um poço de talento. Atrás, o jornalista Fernando Dias, senador de Record. Ao fundo
deste post, a “capa” alusiva ao seu regresso a Portugal e que lhe ofereci, devidamente emoldurada

Partilhar

Os comentários estão fechados.