Meio século de Magriços: os pioneiros da conquista do Euro’2016

A 16 de julho de 1966, num jogo contra a Bulgária (3-0), a Selecção Nacional de futebol – aquela que conhecemos por Magriços – iniciou, no mítico Estádio de Old Trafford, em Manchester, Inglaterra, a campanha que a levaria ao 3.º lugar – a nossa melhor classificação de sempre num Mundial. Ao longo de meio século, esse feito nunca foi esquecido, e o Record, para assinalar o seu 66.º aniversário, em 2015, convidou quatro jogadores já lendários – Vicente Lucas, Hilário, José Augusto e António Simões – a regressarem ao teatro dos sonhos para reviverem a gesta de 66.

Vicente Lucas, Hilário, José Augusto e António Simões regressaram a Old Trafford, em 2015, a convite do Record

Embora o grande salto tenha sido dado, há 55 anos, pelo Benfica – também de José Augusto mas ainda não de Simões – ao ganhar, a 31 de Maio de 1961, a primeira Taça dos Clubes Campeões Europeus, podemos considerar que foram os Magriços os pioneiros dos muitos êxitos do futebol português, que atingiu agora, em Paris, com a brilhante conquista do Europeu, o seu ponto mais alto. Chapeau!

Parece que foi ontem, Sábado, 14JUL16

Magriços1

A Seleção que derrotou a Bulgária (3-0) há 50 anos: em 16 de julho de 1966

O antigo jogador do Benfica e Seleção Nacional "Magriço" homenageado por Record. Jornalista, Director.

Em 2012, António Simões descerrou na redação do Record uma placa com o seu nome e recebeu o Record de Ouro

Partilhar

Os comentários estão fechados.