Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Liga Futre vai valer a pena

Ainda sob os efeitos da última proeza da CM TV, fortes emoções se aproximam. Depois do sucesso do acompanhamento do caso da criança raptada na Madeira, com a grande repórter Tânia Laranjo no terreno e a estação a revelar em primeira mão que Daniel fora encontrado, a noite da próxima segunda-feira representará mais um passo na afirmação plena do canal.

Experiências várias não conseguiram aproveitar em televisão o excecional poder de comunicação de Paulo Futre, aposta que a CM TV agora assume com a clara determinação de ganhar. E a estreia da “Liga Futre” traz-nos também a expectativa da colaboração dos ex-internacionais António Veloso e Fernando Mendes, que deram já provas de qualidade como comentadores e passam assim da condição de abandonados do futebol – como os apresentou a reportagem da SIC – de novo a participantes ativos.

Com isso, Futre e a CM TV quebram o ciclo dos “sempre os mesmos” e recuperam, com o ex-portista Amaral, protagonistas que exibirão em estúdio o que mostravam em campo: coragem e contundência. Vai valer a pena.

Antena paranoica, Correio da Manhã, 25JAN14