Colunista do "Record" e do "Correio da Manhã", anarco-individualista e adepto do Belenenses e do Real Madrid, Alexandre Pais foi diretor do "24horas", de 2001 a 2003, e do "Record", de 2003 a 2013, tendo iniciado o seu percurso jornalístico no "Mundo Desportivo", em 1964.

Jogámos com 9 contra 11

O futebol é um jogo de equipa e estou de acordo com Daniel Oliveira: Carlos Queiroz construiu uma equipa. Ainda por cima, apanhou com os cacos que restaram da gestão de Scolari, pelo que fez o seu trabalho.

Mas o futebol é também um jogo de 11 contra 11 e aí Queiroz cometeu o seu pecado mortal quando ontem escalou apenas nove jogadores para defrontar os 11 espanhóis.

Como irá ele agora explicar aos portugueses – já de costas voltadas para o futebol e mais preocupados com o aumento de impostos, o desemprego, as portagens, as reformas ou o papão do FMI – o facto de ter deixado Cristiano Ronaldo e Simão no banco durante 90 minutos? Perguntem ao Queiroz! Sim, está bem, mas e ele vai desculpar-se como?

Se fosse eu, não hesitaria: tinha jogado com 11.

Passe global, publicado na edição impressa de Record de 30 junho 2010