Já há 33 anos o artista tinha… um nome a fixar!

Foi uma gralha, é verdade, mas não deixou de ser uma previsão… arriscada. Eu escrevia pontualmente para “A Luta” e o fotocompositor enganou-se: em vez de Alexandre Alves, titulou o nome cá do je, aliás… um nome a fixar! Coisas da vida.

Partilhar

Os comentários estão fechados.