Estratégia de Mourinho estava certa

O jogo de ontem em Camp Nou provou como a estratégia de contenção de José Mourinho na partida da primeira mão, em Madrid, estava certa.

Não tivesse Pepe arriscado tanto naquela entrada espetacular sobre Dani Alves – e não houvesse sido o brasileiro do Barça tão convincente a enganar o árbitro – e provavelmente o marcador no Santiago Bernabéu terminaria a zero, pelo que o 1-1 desta segunda mão levaria os merengues à final de Wembley.

Mas não há “ses” no futebol e Mourinho terá de aproveitar a lição para corrigir o tiro na próxima época. E abater ao efetivo alguns rabos pesados que não cabem no seu modelo de Real Madrid.

Passe curto, a publicar na edição impressa de Record de 4 maio 2011

Partilhar

Os comentários estão fechados.