Empatocratas dominam Mundial

Três empates em cinco jogos: o calculismo e a frieza tomam conta do Mundial, pelo menos enquanto os artistas não aparecem. E ontem alguns continuaram “ausentes”, de Messi e Di María a Lampard e Rooney, passando pelos nossos velhos conhecidos gregos, que não deram uma para caixa – ou já lhes falta “caixa”, é bem capaz de ser isso. E tiveram de vir os sul-coreanos animar um pouco o Planeta, ao serem a primeira – e única! – das dez seleções que já atuaram a conseguir marcar duas vezes. Das outras , metade apontou só um golinho e quatro ficaram a zero. Por junto, vamos em 7 golos, um saldo miserável para abrir a festa. Cristiano Ronaldo pode ter um Mundial de sonho. Aproveitará?

Passe global, publicado na edição impressa de Record de 13 junho 2010

Partilhar

Os comentários estão fechados.